Medo de namoro

Como faço isso?

2020.10.23 14:05 LordFe Como faço isso?

Oiii, eu tenho um fetish escondido a anos... E nunca pensei em contar ele pra alguém. Namoro faz uns 5 anos e queria muito que rolasse ele... Queria que minha namorada fosse uma escravinha sexual mas de modo leve sabe, como falo isso pra ela? Tenho medo de ele me achar um louco psicopata e a gente largar...
submitted by LordFe to desabafos [link] [comments]


2020.10.23 04:49 Vskv-Vskv Eu sou inseguro para um Caramba

Eu to num relacionamento meio que ta pra acontecer, eu gosto dela, ela gosta de mim, só que nós não queremos web namoro, então vamos esperar passar tudo isso pra "oficializar", só que eu sou muito ansioso, e eu fico pensando que ela vai enjoar de mim, e me trocar por outra pessoa, simplesmente deixar de me amar. Eu ficaria acabado com isso, porque além de ser minha crush, ela é minha melhor amiga a dois anos, então eu falava muito dessa minha insegurança pra ela, mas eu sei que isso pode acabar desgastando, então eu só parei e me prometi ser menos paranóico com tudo, porém eu ainda continuo com esse medo de ela parar de me amar do nada, só queria não me sentir inseguro só porque ela não respondeu super animada alguns flertes (antes que alguem venha falar "ahh se tiver que ser vai ser", por favor não fala isso, me deixa mais ansioso KKKK, obrigado por ler até aqui)
submitted by Vskv-Vskv to desabafos [link] [comments]


2020.10.23 04:14 Vani001 Tenho muitas dúvidas se continuo namorando ou termino

Eu namoro um rapaz tem poucos meses, e tô na dúvida se continuo ou não..
Acontece que ele é uma pessoa boa comigo de maneira geral, ele é bem divertido, sabe conversar bem, é atencioso e preocupado comigo. Se eu preciso dele ele sempre tá lá, e o ponto mais positivo de todos é que ele tem muito respeito por minha filha. Tenho filha pequena, e ele aceita, além de sempre querer incluir ela nos passeios e nos nossos planos pra o futuro.
Bom, acontece que ele é muito grudento, quer falar comigo 24 horas por dia e as vezes se chateia se eu prefiro "falar com meus amigos e não com ele". Ele é meloso demais tbm, e cobra isso de mim, e eu ser melosa com ele me é muito anti natural. Além disso ele quer saber sempre onde eu tô e com quem. Outro dia sai pra casa de uma amiga, voltei pra casa e dormi. No outro dia tinham mil mensagens dele falando q passou a noite em claro pq tinha ficado preocupado pq eu não avisei q tinha chegado em casa, sendo q ele não tinha nada a ver com o passeio, eu moro em região segura e não sou filha dele pra ficar tendo essas necessidades. Ele ainda acha q tá certo pq disse q ele ficou preocupado já q eu ia voltar de Uber e não tem como ele não se preocupar com quem ele gosta. Além disso ele implica mto com algumas bobagens, como por exemplo política que ele não aceita opiniões diferentes da dele, ou em certos filmes que eu gosto que ele tbm não aceita q eu goste por qqr motivo (como por ter um ator acusado de agressão como o Johnny depp).
Por isso não tô me sentindo tão feliz assim na relação, é cobrança demais, todo dia tenho q falar com ele mil vezes no telefone, dar bom dia e boa noite, ver ele toda semana sem falta, enfim.. tá sendo complicado pra eu q sempre fui super independente e já levo uma rotina puxada com filho, trabalho, casa e estudos..
Mas tenho medo de não encontrar ngm, ou de encontrar e essa pessoa não ter o mesmo apreço por minha filha, pois ela é tudo pra mim e no fundo só quero mesmo é que ela seja feliz.
Observação que cheguei a terminar uma vez, ele foi agressivo (nas palavras), bloqueei ele das redes sociais só q ele deu um jeito de me achar e acabamos voltando. Desde q voltamos a 2 meses n tivemos mais problemas. Mas me deixou com um pé atrás
submitted by Vani001 to desabafos [link] [comments]


2020.10.21 15:35 CigarraMarron Eu sou uma vadia louca?

Bem, pra começar eu nunca fui a pessoa que idealizava o amor romântico, sempre achei essa ideia falsa e as pessoas que diziam viver morrendo de amor fracas e irracionais. Eu me apaixonava toda semana pro uma pessoa diferente, me divertia muito, tinha momentos intensos em vários aspectos, pra mim isso era ótimo, vivia a ideia de "amor" tradicional, mas sem sofrer por isso, já que não me apegava a ninguém. Junto a isso, sempre fui uma pessoa muito ambiciosa e tenho expectativas enormes para meu futuro, e se apegar a qualquer pessoa seria um tiro no pé, pois ia acabar formando família (o que na minha cabeça restringe exponencialmente a capacidade de uma pessoa se movimentar em busca das suas ambições).
Há alguns anos um amigo de infância se declarou pra mim e decidi entrar num relacionamento sério. E embora não estivesse caída de amores por ele, resolvi tentar por que ele sempre foi uma pessoa maravilhosa. Como já era de se esperar, ele foi um companheiro maravilhoso, atencioso, cuidadoso, amoroso, não deixava a desejar no sexo, praticamente o parceiro ideal, mas não pra mim. Ele queria ter família (filhos, cachorro, galinha, cavalo, casa na roça), não tem ambições, é tranquilo e tradicional, não esquenta com nada no universo. Ele ser assim me irritava, pq eu não aceitava que alguém pudesse ser tão passivo, ainda assim fiquei quase 4 anos no relacionamento, pois toda vez que eu pensava em terminar, minha razão me acusava, dizendo que eu tava jogando fora um homem que a maioria das mulheres gostariam de ter. Então fui só empurrando, até que achei desculpas para justificar o fim do relacionamento, me convenci dessas desculpas e pulei fora, sem olhar pra trás (embora até hj fique me pergunte se não teria sido melhor me adaptar a aquele relacionamento).
Mudei de estado, a trabalho e isso me ajudou a superar o fim do relacionamento que seria ideal, mas não pra mim. Corri atrás das minhas ambições, carreira, viagens, amizades, network. Por dois anos fui solteira e me diverti muito, mesmo que as vezes batesse aquela carência e o vazio.
Nesse tempo acabei entrando numa empresa que não me dava perspectiva de crescimento rápido, como sempre acho que não tenho tempo a perder, fiz uma proposta que se ele não pudesse me promover nos próximos 12 meses eu pediria demissão pra fazer intercâmbio. 4 meses antes de embarcar pro intercambio conheci um rapaz legal na empresa e nos aproximamos e começamos a namorar, apesar de meu intercâmbio estar marcado (obvio que eu não desistiria disso por ele, e nem por ninguém). Optamos por continuar o namoro a distância, foram fucking 7 meses infernais. Mas nem eu e nem ele ficamos com outras pessoas, embora eu tivesse dado a ele permissões (e ele não houvesse me dado permissão nenhuma). Nesse meio termo minha mãe (que mora há 2,5h de avião do lugar que meu namorado mora) ficou doente e tive que voltar do intercâmbio e dar assistência a ela. Fiquei 2 semanas com meu namorado e fui embora de novo, passar um mês com minha mãe.
Durante esse um mês que fiquei fora o meu namorado se envolveu com outra pessoa, ele já estava muito confuso, por que eu jurava que amava ele, mas tava sempre abrindo mão dele por outras coisas. AO saber que ele se envolveu com outra pessoa eu surtei do fundo do meu coração (embora concorde com relacionamento aberto e tivesse anteriormente dado permissões a ele), comecei a julgá-lo e culpa-lo, embora minha razão dissesse: "ele tolerou coisas que nem vc toleraria e ele ainda quer ficar com vc e é sincero com vc".
Meu namorado está muito confuso, e não confia muito em mim. O que é muito compreensível pq eu dou bastante brecha tanto pra a confusão quanto pra desconfiança. Eu vivo como se fosse muito desapegada, embora eu tenha um sentimento por ele, nunca faço promessas de amores eternos e sempre digo que vamos durar até quando durarmos e isso deixa ele bem inseguro, ele acha que não quero futuro com ele. Por mais que eu sinta por ele, tudo que sinto, eu não consigo deixar claro o quanto ele vale pra mim, e na verdade eu nem sei se vale, ou se ele é só o espelho do que eu achava ideal (já que tem as mesmas ambições que eu).
No meio dessa confusão de ele ter ficado com outra pessoa, demos um tempo de 1 semana, que era o tempo que faltava pra eu retornar pra cidade dele. Falei que ele estava solteiro até eu voltar, ele se aproximou da moça com quem ele ficou e agora que cheguei tivemos uma conversa muito séria, ele disse que queria ser solteiro, pra viver aventuras, já que nunca foi solteiro desde os 18 anos, tive a impressão de que ele estava gostando dessa moça (mas em uma semana? Como pode ser? Carência?), ele disse que não quer terminar comigo pq me ama, mas que sente falta de algumas coisas em mim (como a presença física e emocional, e sexo, já que pra ele transar 4 vezes ao dia parece pouco), sugeriu que eu abrisse o relacionamento pra ele, pra ele suprir essas ausências minhas que confesso que são significantes pra ele e ele sempre deixou claro. Eu analisei bem e decidi que queria tentar isso, como uma forma de compensá-lo por ter tolerado as situações que trouxe pra nosso relacionamento que só tem um ano e cujo eu passei um total de 8 meses longe, sem vê-lo. Só que apesar de ser super de boa com a ideia de abrir relacionamento, poliamor e tudo mais, eu comecei a cobrar dele que ele não deveria me impor isso (sendo que ele sempre se mostrou bem aberto a negociações e sugestões e demonstrou o quanto se importava com meus sentimento em relação a isso). Minha cabeça aprovou isso, mas minhas emoções estão transformando isso num inferno pra mim e pra ele e tudo que faço e pressionar. E agora estou pensando em trai-lo, pq estou "muito magoada" e "quero que ele me pague por fazer eu passar por isso". Ele desde o inicio foi bem claro que não abre a relação, ele jamais aceitaria e tmb odeia mentira e traição, por isso tem me contado tudo que tem feito. Marquei alguns encontros aos quais comparecerei. Mas tenho achado injusto, justamente por ele ser tão transparente comigo.
Ai comecei a me questionar, será que gosto mesmo desse rapaz e só estou com ciumes e medo de perdê-lo depois de tudo que passamos e ainda estamos "juntos"?
Será que só tô apegada a ideia de futuro com ele (devido nossos objetivos similares)?
Será que só sou uma vadia louca brincando com o sentimento de alguém que nunca me deu espaço pra desconfiança?
Será que no fundo eu sou egoísta demais pra ficar com alguém e tenho que me acostumar com a ideia de viver só na vida, seguindo meu preceito de desapego (simplesmente pq não quero abrir mão de nada por alguém)?
Sejam sinceros, sem medo de me magoar, sei que a maioria aqui tem a mente bem aberta e poderá me criticar de forma racional.
submitted by CigarraMarron to desabafos [link] [comments]


2020.10.21 02:00 aPoor_ NÃO SEI MAIS O QUE DEVO FAZER

Tudo começou após o término de um namoro antigo que acabou e me deixou com um princípio de depressão e crise de ansiedade, nessa época eu fiz amizade com una menina que era da minha sala, ela namorava fazia quase um ano e isso n mudava em nada nossa amizade. Ela me ajudou muito, me tirou do fundo do poço varias vezes e sem dúvidas é a melhor amizade que eu ja tive. Isso ja faz 2 anos e desde então mantemos nossa amizade após o termino dos estudos e ficamos cada vez mais próximos, ela sempre foi muito parceira pra tudo, e eu tbm ajudei mto ela com as dificuldades que ela tinha, nós temos uma sincronia q é incrível e muito boa, parece q estamos sempre no mesmo ritmo, é maravilhoso, e nunca passou de uma amizade. A um ano e 4 meses eu comecei a namorar com uma pessoa incrível, que me faz muito feliz e nos amamos demais e as coisas sempre correram muito bem, estamos noivos, planejamos nosso casamento e tudo correu muito bem, todas as coisas compradas, nossa casa quase pronta, acabada, ganhamos muitos presentes, estamos muito felizes. E onde todas essas informações se encontram ?? A algumas semanas durante uma conversa com a minha amiga que também esta noiva, estavamos falando sobre o passado e relembrando tudo q passamos juntos e começamos a falar sobre a nossa conexão, durante a conversa alguém falou sobre sentimentos e de repente a ficha caiu para os dois, que desde o começo da nossa amizade, gostamos muito um do outro, e sempre sentimos a mesma coisa em todas as situações que lembramos detalhadamente, e sempre mantivemos isso bem guardado por respeito um pelo outro e por medo de acabar com a amizade. E finalmente conseguimos colocar isso pra fora, foi libertador, uma sensação muito boa mas confusa de reciprocidade, alegria e medo. Não consigo deixar de pensar em tudo que vivi com ela e muito menos ignorar oq sinto por ela e ela esta na mesma situação. Ultimamente penso todos os dias nela e sinto medo, de perder esse sentimento, sinto como se isso fizesse tanta parte de mim que n posso ficar sem, e esse sentimento fez com q nós dois pensássemos em não casar agr pra ter certeza de td q estamos sentindo, mas chegamos a decisão de que isso n é certo, pois ja formamos uma vida com outra pessoa. Mas ao mesmo tempo n queremos abrir mão um do outro. Egoísta da nossa parte? Eu acho q sim E sinto que se nós nos "separássemos", seria tão difícil de me recuperar quanto se terminasse meu noivado. Sinto as vezes que estou tomando a decisão errada em seguir com o casamento, mas depois lembro de td o porque estou casando com a minha noiva. E ultimamente tenho me sentido um lixo pelo fato de não ter certeza do q devo fazer, e por sentir que minha relação com a minha amiga, mesmo n tendo nd, é mais forte do q a relação com a minha noiva. Porque isso teve que vir a tona agr ? Porque não a 2 anos atrás? Só consigo pensar que me arrependo de n ter tido essa conversa com minha amiga a 2 anos atrás.
Isso está me corroendo por dentro e precisava desabafar, eu nunca me senti tão conectado com alguém como sinto com a minha amiga e isso me deixa muito confuso, muito confuso mesmo.
submitted by aPoor_ to desabafos [link] [comments]


2020.10.21 00:27 ParamedicSad2440 Acho que tenho ejaculação precoce e não sei o que fazer

Eu vi uma outra pessoa postando aqui e tomei coragem. Eu tenho 21 anos, e namoro há quase 6, é minha primeira namorada, perdi minha virgindade com ela e toda vez que fazemos amor é muuuuito bom. Ela me chupa muito bem, e eu tento fazer o medo por ela, sempre faço ela gozar, ou faço ela fingir, mas sempre tento fazer ela ficar satisfeita para começar a penetração, pois quando começamos eu me perco naquela escultura de mulher e gozo muito rápido, as vezes 1 minuto, as vezes 3, já aconteceu de ficarmos 15 minutos mas é raro, a maioria das vezes é entre 1 e 3. Principalmente se ficamos muito tempo sem fazer, aí vai mais rápido ainda, já tentei em pensar em coisas diferente (mas não consigo por muito tempo, eu acho ela muito gostosa), já bati uma antes, e aí realmente dura mais, mas não é tão bom.
Já aconteceu de algumas vezes conseguirmos ir 2 vezes e na segunda durar bem mais.
O que faço? Procuro Psicólogo? Será uma questão física? E que porra que acontece que as vezes dura e é bom pra carai e as vezes eu a decepciono?
Ela nunca reclamou, sempre foi muito parceira, fala que entende, fica comigo, mesmo em algumas vezes eu tenha chorado. Mas é evidente a decepção no rosto dela.
submitted by ParamedicSad2440 to desabafos [link] [comments]


2020.10.19 17:41 shylizie Não me apresentou a família, não posta foto comigo

Tenho 17 anos e ele 23, estamos a 1 ano juntos e ele não me apresentamos uma família e nem aos amigos, quando tocou no assunto disse que não quer que eu fique próxima das amigas porque elas são má influência e se fosse um grupo de amigos só de meninos ele me apresentaria, umas desculpa bem ruim porque se é assim, é totalmente possível me apresentar só aos meninos pois ninguém ali é grudado. Eu conversei brevemente com a mãe dele depois de eu ter reclamado sobre isso, ele admitiu que a mãe já várias vezes porque ela ainda não me conhece. Eu sou extremamente tímida então cobrar esse tipo de coisa, faz parecer que sinto sinto seguro de conhecer todo mundo, mas a verdade é que eu sinto medo e eu queria que ele me deixasse confortável e me inserisse no meio, eu queria ajuda nisso, porque eu realmente preciso. Por causa da quarentena nos vemos, mas antes da quarentena ele já podia ter feito isso acontecer. O relacionamento é muito bom, uma coisa única que me incomoda profundamente é isso.
Eu sou reservada e não sinto necessidade de mostrar em todas as redes sociais que eu namoro, postar muitas fotos e vídeos e acho que pode até atrapalhar um pouco o relacionamento mas eu acho super estranho meu namorado que sempre postou muitas histórias com amigos e amigas, comigo ele nunca postou nada, tipo nem uma fotinha, no início ele perguntou se eu me incomodava com isso e no início era super de boas, mas agora já acho que vou fazer um ano e eu isso estranho.
O que eu faço?
submitted by shylizie to desabafos [link] [comments]


2020.10.19 07:17 yooo66666 Autosabotagem, pornografia e brochar.

Nem sei por onde começar... primeiramente tenho 20 anos e é realmente um pouco constrangedor escrever isso mesmo sabendo que ninguém me conhece, mas ok bora lá. A mais ou menos 2 anos eu terminei o meu ultimo namoro e já naquela época eu consumia pornografia mas era beeem menos, tanto que ainda não atrapalhava nada em minhas relações sexuais, tudo sempre flui numa boa, nunca pensei que poderia ter problemas com isso. Daí, dps do termino comecei a consumir mais a pornografia mas ainda tava dboa, me sentia tranquilo em relação a isso, trocava ideia com varias mina me sentindo bem e despreocupado, só que aí pro final de 2018 eu fui encontrar uma amiga minha e rolou minha primeira brochada, fiquei porra, desesperado na hora, com vergonha e pá(era a primeira vez da mina) nussss fiquei bem abalado serião, falei com uns amigos meus e eles foram suave, nem tiraram sarro, disseram que era normal, mas aí que começou o problema(deveria ter levado numa boa né, todo "mundo" leva isso numa boa, pq eu n iria) enfim, a partir daí comecei minha graaande jornada de autosabotagem e porra velho, até hj n consegui superar isso (como cara???? kkkk taloko) eu realmente rio disso, pq parece ser piada as vezes, eu gosto de mulher, gosto demais cara, e desde de essa época eu comecei a questionar tudo, minha sexualidade, pô problemas mentais, uma avalanche de pensamentos mesmo. (Tá, são muitas coisas a se falar e ainda to com vergonha de escrever isso, mas vamo lá)
Inicio de 2019 e eu tranquilo até ainda, sem nenhuma confusão mental aparente e ainda trocando ideia dboa com umas mina, aí conheci uma menina e a gente foi se aproximando, se beijou e pá, começou a rolar um amorzinho mas a gente n tinha transado ainda e aí um dia ela me chamou pra eu ir na casa dela, era carnaval, fui né, bebemos umas, fumamos uns beck e ficamo daquele jeitão né, delícia, pegação que num parava mais e aí começamo a tirar a roupa, ela me chupou(suave até então, meu pau tava levantado kkkkk) e eu tava dboa tb, eu chupei ela dps e aí bateu aquela ansiedade trevooosa, pq né o proximo passo seria nois fuder e assim... aiai.. eu tinha camisinha lá(ps: no meu ultimo namoro agnt transava so´sem camisinha praticamente) e mano, tremi nas base, falei pra ela q tava sem camisinha e né, ela tb nem tava afim de ir sem, e continuei chupando ela numa boa, mas né, pensando daquele jeitão nas coisa, preocupadasssso, uma lokura gente, aí blz, dormi la e de manha ela veio me cobrar q eu podia ter ido na farmacia e só dei uma desculpa(rapaziada por incrivel que parece n sou gay e eu me questionei bastante sobre isso, pode acreditar). Depois disso começou o desastre, toda vez q pensava em sexo pensava em brochada, instantâneo tipo, aí assim, quero resumir um pouco ne, mas vou falar oq me der na telha aqui. Dps desse ocorrido n falei pra ngm, nem amigo, nem psicologo, nem nd, malucao o cara ne, fala nem pra psicologo aiai, tabom. Dps com essa mina, de précha, broxei mais uma vez só q ai dessa vez foi na hora da penetração mesmo, aquela meia bomba que todo mundo adora, lindeza que só( to falando desse jeito pq acho q assim vo sentir menos otário) aí acabei me afastando dela (vergonha absurda, eu sou uma piada msm), deixei claro pra ela q o problema era cmg, e que ela era né MARAVILHOSA (pq de fato era kkk) aí meus manos e manas, nesse momento eu ja tava 0 bem das ideia(ps: faz mais de 1 ano isso e to desabafando isso só agora pra alguém ok) , escondendo tudo de todo mundo, mas transparecendo que tava tuddo deboa ne, kkk aiai. Que eu me lembre dps dessa mina passou um bom tempo q eu nem tentei nada com ngm(no sentido de ir pra hora H) e tipo, eu continuei flertando, com altas mina e dando idéia mas só na raso (olha o medo que tava, medo de brochar, eu sla, nem imagino falar isso pro meu amigo mais proximo q eu morro de vergonha sla) continuei flertando e pá ne, considero estar em um ponto bem alto da minha kkkk beleza facial e de personalidade tb, ent acaba q altas guria se interessava, e eu bobo né, dava papo mesmo sabendo desse meu problema kk. Ok, final de 2019 chegou um dia lá que a mesma mina q eu tinha broxado lá na primeira vez, me chamou pra ir na casa dela (claramente pra gente fuder) e eu em duvida, falei q n podia, por causa desse medo mesmo e sla, acabei indo encontrar uma amiga minha e a gente beijou dps um tempassso q eu tava afim e assim, fez minha noite tlg, n transei, nem brochei kkkk foi ótimo. Ok, vou voltar aqui no assunto da pornografia e falar q, durante o ano inteiro de 2019 eu provavelmente me masturbei quase todos os dias, pra pornô msm (mas nessa época nem tava ligado em questão de estimulo visual ser tãaao importante pra uma possivel brochada) ok, n dava a minima pra quantidade de porno q eu consumia, só seguia a vida msm, achando que todo esse medo aí meu, era problema meu, sla algum problema mental q eu desenvolvi e q era isso, botei na minha cabeça q ia continuar a ver pornografia pq já q eu n ia transar, pelo ou menos o porno ia me satisfazer( QUE ERRO, REPITO QUE ERRO jovem eu de um ano atrás). Aí pra frente é confusão mental atrás de outra, ia pro psicologo nem sabia oq falar, ficava todo perdido, todo vez q eu podia pensar nisso eu pensava e ia fuuundo e paranoia e fantasia de coisa nem ia acontecer, mano, to querendo é chorar escrevendo isso, nunca tinha botado pra fora isso, enfim... final de 2019 li em algum lugar sobre um negocio q chama reboot, que até tem video no TEDx sobre isso e video do Terry Crews falando, que é basicamente vc ficar sem se masturbar por um tempo indeterminado, que aí uma hora tudo ia voltar ao normal, na hora q eu li eu falei "É ISSO, É ISSO, PRONTO VO RESOLVER MINHA VIDA AGR MESMO" mandei msg pro meu psicologo falando q nois tinha q conversar, tava todo animado, cheguei lá, falei pra ele tudo, tudo q tinha rolado, tava rolando e falei disso aí, mas ele n me recomendou eu fazer esse reboot, falou q a masturbaçao é algo importante pro individuo, e sla, me convenceu q era melhor eu só esquecer disso e levar a vida (hj eu lembro disso e assim, meio cuzao ele ne) na hora nem parei pra pensar no negocio, tava lokin das ideia já.
Vo tentar resumir agr, dps desse aí, continuei me masturbando pra porno ainda, as vezes eu tentava parar um tempo por causa de coisa de twitter e pá, mas acabava voltando uma semana dps. Nessa época eu comecei a criar um autoestima fodida em cima disso, foi surgindo assim tb, fui levando a vida como se tudo oq tivesse rolado tivesse sido só uma fase da minha vida e que tinha passado e que eu já tava deboassa em relação a questão de brochar, que na proxima vez q rolasse ia dar certo, tipo, tava bem deboa. Aí né tava confiante, e um belo dia chamei uma mina q tava cvs pra vir aqui em casa, agnt ja tinha ficado uma vez e tava né, com tesão afinzassso, começamo a tirar a roupa foi indo, chupei ela, suavao, aí ela foi me chupar e ele abaixou do nada, sim, no meio do boquete foi pra vala minha líbido, tentei ressuscitar mas n tava indo, bati uma ali mesmo e n foi, minha cabeça já tava a mil, ja´era ne kkk falei pra mim msm, dps agnt fumou um pra ficar dboa e cvs com ela e pá, ficamos suave. Teve mais uma situação com essa mina (acho q eu forço muito né, mas eu tava só querendo botar minha autoconfiança pra cima de certa forma) agnt saiu comeu um burg já naquele estado né, e dps fomos pra casa dela, casa n, escada do prédio e rolou ali msm, oral dos dois, n brochei durante foi suave, mas na hora de penetrar nela o menino abaixou, mas fiquei deboa, respirei e fui estimulando, uma hora deu certo, botei pra dentro e foi(meia bomba kkkkk), foi pouco tempo mas foi, aiai, que saudade dessa sensação meus amigos kkkk enfim, isso era inicio de 2020, daí começou a quarentena e desde entao eu nem saía de casa né, pra pegar alguém (pra nd msm), mas continuei flertando dms ne, cabo que, uma mina lá falou pra eu ir na casa dela pra né e ja botei na cabeça que n, que n ia rolar, que ia dar merda, já pensando na brochada (ô laia) e confundindo minha cabeça, falando q sexo casual é merda (nunca nem fiz sexo casual) só inventando mentira pra disfarçar esse problema meu, enfim, dei perdido na mina. Aí (ta acabando tá? se algm tiver lendo) anteontem uma mina veio aqui em casa, ja tinha combinado a uma semana atras, mas assim kkkkjjjj, imaginando q agnt nem ia transar nem nd, no maximo um boquete e tals, por isso nem fiquei preocupado com broxar e pá, só aquele calafrio basico de trocar ideia com uma mina q tu realmente acha daora, pela primeira vez, pessoalmente (coisa linda) me preparei total, comprei um corre pra gente pitar, comprei umas breja, umas comida, meditei um pouco pra ficar suave e foi né. Ela colou, agnt trocou altas ideia daora (sla eu tava um pouco de receio de ela achar eu meio maníaco de já querer transar direto assim) aí preparei o ambiente como eu disse, fui fazendo um clima rolar alí...rolou... pegação intensa, tava adorando, bão dms, aiai, que mulher minha gente, começou a passação de mão, eu meio passivo ainda, mas tava daora, aí ela tirou meu short e ja comecei a ficar em choke(pelo lado bom) nem tava pensando em nd, aí ela parou assim e perguntou se algm podia ver nois ali (agnt tava no terraço de casa) aí falei q n, mas q sepa era melhor nois ir pro sofa q aí ne, já ficava mais confortavel( eu sou mt burro) kkkkkkkkkkk ta, ai´fomos pra la, nisso eu ja tinha guardado o pau e tava mole já, e mano, voltamo a se pegar(po eu tava desaprendido 7meses em casa) pegação lá intensa, bão dms, ai´vacilei comecei a pensar na famosa broxada, passou um tempo ela tirou minha calça e começou o oral, e adivinha n fiquei duro, e eu acho ela gostosa, acho dms, n creio q esse seja o problema, n creio q o problema seja eu n ter atração por mulher, eu tenho sim, só acho q a pornografia me leva a ter uma rotina, um vício FUDIDO que faz eu me apagar a minha própria mão, a esse ambiente nojento da punheta e de tudo q ela envolve com a pornografia, mano, eu to muito puto comigo msm, pq JÁ SE PASSOU MAIS DE ANO Q TO NESSA MERDA DE SITUAÇÃO PODRE, MANO EU QUERO TER FILHOS UM DIA, EU QUERO TER ESSE PRAZER DE TRANSAR, EU QUERO TER ESSE PRAZER DE VIVER UMA VIDA TRANQUILA SEM TER Q ME PREOCUPAR COM PROBLEMAS DE BROXAR, EU SINTO UM DESCONFORTO TÃO GRANDE COM MEUS AMIGOS, QUE REALMENTE SÃO MEUS AMIGOS E DISCUTEM ABERTAMENTE SOBRE ISSO, MAS NGM NUNCA FALOU SOBRE BROXAR, ME SINTO UM INUTIL NESSE SENTIDO ESCREVENDO ESSE TEXTO. CARAS, EU N QUERO VIVER A VIDA TODA ASSIM KKK NEM FOODENDO, NEM FODENDO. Só quero resolver isso e parar de pensar tanto em coisa que é inútil, amanha ja devo cvs com meu psicologo a respeito pq n da mais, eu fico triste, sinto um vazio imenso em mim dps q isso acontece, se alguem leu até aqui, obrigado pelo o seu tempo, diga aí oq vc acha sobre, ou n tb, se que sabe, enfim, abraços e uma boa noite pra todos. :j
submitted by yooo66666 to desabafos [link] [comments]


2020.10.19 05:31 felipin1 Amor é uma droga

Segunda vez que eu apareço aqui, dessa vez com um problema diferente Não sei se estou mais tão confortável no meu relacionamento, me sinto inseguro frequentemente e sinto que poderia ser bem melhor. Mas o problema não chega a ser ela, ela é simplesmente perfeita, e por isso mesmo, tenho medo de terminar A coisa mais apropriada a se fazer era sair do relacionamento. Mas eu não faço a mínima ideia de como. Não sei como terminar de forma saudável. Tenho muito medo de deixá-la magoada, o que possivelmente vai acontecer caso nosso término acontecer Não sei por quanto tempo mais irei aguentar, só to me sentindo preso, sabe? Acho que o fato de ser um "web namoro" Também complica bastante. Não sei se é isso que eu quero pra mim, não sei se isso realmente da certo. Alguém me ajuda, por favor Só pra constar, temos 5 meses de relacionamento
submitted by felipin1 to desabafos [link] [comments]


2020.10.19 05:15 nosign10 Como arranjar alguém quando você é asperger?

Faz alguns anos que confirmaram que sou asperger. Tenho 25 anos e ainda sou meio "bobo", lerdo pra certas coisas. Tenho medo de tentar algo num aplicativo de pegação e a pessoa se aproveitar de mim, passar a perna, etc. Eu sou no armário, então namoro fica complicado tb. Ainda sou virgem e bv. Acho que nunca vou experienciar algo com alguém 😢
submitted by nosign10 to arco_iris [link] [comments]


2020.10.17 01:14 Mdark98 Gosto mto de uma amiga minha mas n consigo tomar atitude :(

Comecei um namoro com 14 anos que durou quase sete anos, agora um ano terminado, voltei a falar com uma amiga que sempre nos demos bem, porém por ter namorado tanto tempo e tão cedo não consigo interpretar as coisas quando saímos juntos, quando conto pras pessoas como foi elas sempre dizem que ela está afim de mim, só que quando está só nos dois eu n consigo pegar essas mensagens. Pra adicionar a cereja no bolo depois do término me vi sem amigos (Literalmente), o que me fez me sentir mto mal e me faz até hoje e voltar a falar com ela tem me ajudado bastante a me sentir melhor como já disse antes a gente tem mto em comum e conversa mto e isso tem ajudado com esse sentimento de solidão então tenho mto medo de me arriscar e acabar perdendo a amizade dela e voltar a me sentir mto mal. Ao mesmo tempo que sinto que estamos nos aproximado bastante sinto que se eu demorar mais perderei minha oportunidade. (Ela é mto tímida então mesmo que sinta algo por mim creio que ela n va tomar uma atitude)
submitted by Mdark98 to desabafos [link] [comments]


2020.10.15 21:18 MysteriousEbb6666 me ajudem n sei oq fazer

bom, eu namoro a 1 ano e eu sai ra uma festa peguei uma amiga minha (ele n liga) mas eu nessa festa bebi dms a ponto de apagar na festa (fui mt irresponsável) e eu trai meu namorado, so q eu estava "inconsciente" e eu ainda bebi no copo de uma pessoa que estava no camarote, so q eu acho q fui drogada e se aproveitaram de mim, n me lembro de mt coisa ate pq eu estava mt mal, e aquele cara transou cmg... eu me senti violada. E eu n tenho coragem de dizer isso pro meu namorado, n quero perder ele, tenho medo de contar e ele n querer mais ficar cmg. Eu to mto mal em relação a isso e tento todos os dias n lembrar desse dia.. me ajudem pfv me deem conselhos
submitted by MysteriousEbb6666 to desabafos [link] [comments]


2020.10.13 15:11 Puguinhaa809 Não sei o que fazer em relação a garota que eu gosto e a quarentena

Eae, tudo bem? Bom, eu sei que pode parecer meio estúpido e coisa de garoto mas eu creio que eu encontrei o amor da minha vida. Ainda sou novo, tenho 15 e conheci ela na escola. Somos amigos a alguns meses, a gente foi pra mesma sala no início desse ano. Foi amor à primeira vista kkkk, desde então a gente conversa todo dia, ela sempre encorajou temas envolvendo namoro, cantadas, alguns memes, etc, que tem ficado mais e mais explícitos. Já tá óbvio pra todo mundo que a gente se gosta, mas aí que vem o problema: quarentena. Sou de MG, as aulas ainda estão suspensas e a gente não consegue se ver pessoalmente, o que deixou meu plano de pedir ela em namoro esperando, eu não sei se deveria me declarar pra ela de uma vez, fazer as coisas mais oficiais sei lá. Prefiro dizer essas coisas pessoalmente, mas a situação não colabora. A gente nunca foi "namorador" sabe, também somos meio tímidos, então eu não queria levar as coisas rápido demais, mas agora eu estou com medo de estar demorando demais. Eu n sei mano, não é como qualquer namoradinha de escola, eu realmente gosto dela, aos meu olhos ela é a garota perfeita cara, não sei se deveria me abrir pra ela agora e pedir em namoro depois ou esperar a quarentena acabar pra fazer tudo de uma vez, de qualquer jeito, vlw pela atenção galera! Qualquer dúvida me perguntem
(Edit) em tão pouco tempo vocês me ajudaram tanto, muito obrigado a todo mundo, vocês são incríveis, Vou pensar um pouco e decidir o que fazer, mas sem vocês isso não seria possível, vlw mesmo
Update: conversei com minha melhor amiga que no caso também é a melhor amiga dela, ela ficou muito empolgada em ajudar e sugeriu que eu continue indo com calma, ela vai ajudar a gente a fazer mais calls e tal pra poder interagir cada vez mais e coisas do tipo, vlw glr
submitted by Puguinhaa809 to desabafos [link] [comments]


2020.10.12 19:49 agkali Me sinto um lixo

[ALERTA DE TEXTO GRANDE]
Agora há pouco fui procurar pelo meu ex no Google. Nos separamos há quase 2 anos, quando terminei a faculdade e retornei a minha cidade de origem e ele prosseguiu os estudos num doutorado. Nosso namoro nunca foi descoberto por parte da minha família, pois sempre cri que meus pais não o aceitariam por questões rígidas relacionadas a nossa ascendência estrangeira. Ficamos juntos por 4 anos e, até hoje, acredito que ele foi o grande amor da minha vida. E eu o perdi. Perdi também a esperança de amar novamente, assim como grande parte do interesse na vida.
A pessoa nas fotos é um estranho, a doçura do sorriso pelo qual me apaixonei logo que vi agora não passa de alguém com expressões estranhas. Nos meses subsequentes ao término, tentei manter contato. Éramos amigos, ou ao menos eu acreditava que sim. Ele me incentivava a buscar empregos na nossa área de formação, me mandando vagas de alta qualificação e me repreendendo quando eu me irritava por nunca receber retornos positivos. Ele já havia namorado, criado perfil no Tinder, ficado com outras garotas enquanto continuávamos conversando, como se nada estivesse acontecendo (sei que não foi traição, porém me sinto um lixo toda vez que me recordo do momento que descobri essas coisas). Fui e sou involuntariamente fiel. Não consigo me envolver apenas para diversão ou satisfação momentânea. Tenho raiva de mim por ser assim, e dele por ignorar a existência desses sentimentos. Tenho raiva por continuar esperando que ele retorne, nutrindo esperanças irreais. Tenho raiva por ele dizer que quer fazer alguma coisa mas "tem medo" de tentar de novo, enquanto finalmente sinto que tenho forças para lutar. Tenho raiva de ainda ter o ímpeto de querer lutar, mesmo que só. TENHO RAIVA!
Enquanto estava trabalhando, simplesmente fingia que tudo havia sido um sonho, e ele havia morrido. Mas, recentemente, tive que pedir demissão por causa de uma desgraçada que dava presentinhos pra gerente e os outros colegas de trabalho para ir em eventos pela empresa, ganhar promoção e ser encoberta pelas m*rdas que fazia, mesmo tendo entrado por último e não fazendo quase nada certo. Ela ainda começou a querer mandar em mim e também a me acusar de cometer erros que não eram meus. Enquanto todos os outros lidavam com clientes impacientes, falta de troco e outros problemas comuns em comércio, a víbora ficava postando no Instagram que estava em campanha X, trazia os brindes para a gerente e iniciava novamente o círculo vicioso de babação de ovo. Quando notei que estava trabalhando por dois e que ela seria promovida com o discurso de "todos vão ter oportunidade, mas vai subir quem se mostrar melhor qualificado (quem mais inflar meu ego)", saí. Muito justo tratar melhor o empregado ruim, que traz prejuízo por vários erros, e aproveitar ao máximo a força de trabalho de alguém que se esforça para que esses erros não ocorram.
Agora estou sem emprego e com a mente f*dida, me sentindo um lixo, descartável. Às vezes pondero tirar minha própria vida, mas tenho tentado me manter estável por causa dos meus pais, que precisam de mim.
Agradeço quem leu até aqui, precisava desabafar de alguma forma.
submitted by agkali to desabafos [link] [comments]


2020.10.12 04:53 Enscie Mãe de amigo, queria pegar!

Apesar de ter muitos problemas e estar triste ainda me resta uma coisa louca! Eu gosto de mulher mais velha pra coisas casuais, na verdade assumiria até um namoro... tenho 24 com aparecia mais nova.
Eu tenho um amigo que tem uma mãe super gata, deve ter uns 40-45 no máximo, ela é linda! Eu achei ela muito bonita sabe! Até ficaria com ela, mas acho desrespeito com meu brodi! E sei lá, talvez fosse algo casual, ela e solteira pelo que sei. É uma mulher inteligente sabe, gostei de papear com ela, mas não sei se ela já deu ou dá mole ou algo assim pra um amigo do filho. Não tenho coragem de chegar e jogar ideia se ela não jogar! Acho que é uma coisa proibida e só fica no mundo das ideias.
Enfim só queria falar isso e tal, e tenho medo de ficar muito na casa dele e olhar de mais pra ela ou beber muito e soltar sem querer! É isso!
Tenho EP, então já me torna um homem rebaixado também que decepção pra ela, né! E pra mim vergonha por não poder penetrar muito! Aff
Abraços!
submitted by Enscie to sexualidade [link] [comments]


2020.10.11 05:45 prochnost3303 Medo de relacionamento (nao sou bom com títulos)

Estou gostando de uma garota e acho que ela pode estar gostando de mim, porém estou com medo de pedir ela em namoro e acabar perdendo a amizade dela. A alguns anos fomos amigos e tivemos um relacionamento e depois que terminou passamos muito tempo sem nos falar e reencontrei ela esse ano voltamos a conversar e somos muito parecidos, mais como já disse não quero ariscar perder a amizade , essa é a primeira vez que escrevo aqui só queria desabafar e não sabia com quem.
submitted by prochnost3303 to desabafos [link] [comments]


2020.10.11 05:01 zonadedesconforto Parece que todos os meus amigos próximo namoram sério faz tempo e eu sigo sendo o único solteiro

Ok, a princípio isso não deveria ser problema, né? Porém, na minha situação, não consigo deixar de me comparar a eles. Todos tem namoros que duram mais de anos, enquanto já fazem 3 anos que eu tenho tenho estado solteiro ou alternando entre ficantes que não foram a lugar algum.
E isso me causa um pouco de inveja. Enquanto eles tem uma companhia íntima com a qual passam a maior parte do tempo, vez ou outra me vejo sozinho, sem ter nenhuma companhia íntima (ainda mais nessa quarentena).
Parece que, com o avançar da idade, fica cada vez mais difícil flertar e gostar de alguém a ponto de ter um relacionamento mais duradouro. Como sou um pouco mais velho e já estou entrando numa idade perigosa (perto dos 30 anos, o ponto em que uma pessoa tem que deixar de ser um jovem adulto e adultecer de fato) meu maior medo é nunca conseguir se fixar com ninguém.
submitted by zonadedesconforto to desabafos [link] [comments]


2020.10.11 04:49 BUDABICHO Estou ficando obcecado pela solidão

Tenho 30 anos e há 4 anos estou sistematicamente cultivando uma vida mais solitária. Comecei me afastando dos meus amigos, depois troquei namoro por sexo casual e lentamente me afastei dos meus pais, irmãos e parentes. Me mudei para um bairro onde não conheço ninguém, e tudo isso me faz muito bem. Estou me preparando para me mudar para outro estado nos próximos meses (se o mundo não acabar) , e só pretendo levar grana, uma mochila e meu gato. Meu passado foi bem diferente, mas a essa altura da minha vida sinto uma necessidade constante de estar só, abandonado e longe de outras pessoas. Pretendo fazer terapia por mais 3 meses para me preparar para mudar de estado, e espero não acumular nada, não ter conforto, não ter uma linda casa, nem uma namorada, nem amigos. Vivo com esse pensamento "fique completamente sozinho" há 4 anos, mas a cada dia que passa me torno mais radical, nos últimos dias tive um rompimento com minha avó e minha mãe, e apesar de agora eu só ter 1 única pessoa que considero 'família', nunca me senti tão livre, e me sentir livre é melhor que me sentir amado.
Só tenho medo de ficar doido, pois sei que a falta de contato social cause sérios problemas na cabeça. Isolamento? Lockdown? Covid? Deus me perdoe, mas espero que durem pra sempre. Antes da pandemia eu estava perdido, desesperado e me sentindo um fracassado. Faz meses que estamos presos e fazia anos que não me sentia tão bem. Espero que em breve eu consiga ir para o meio do nada ficar sozinho, não quero nenhum ser humano em 50km de distância. Isso pode parecer absurdo, mas não consigo ver outro futuro para mim que não seja uma vida cada vez mais só. Às vezes eu acho que vou morrer, e alguns problemas muitos sérios seriam resolvidos se eu tivesse ao menos um conhecido por perto. Tenho problemas muito sérios na minha rotina que seriam resolvidos se eu tivesse ao menos um conhecido por perto. Meu gato já ficou com fome porque eu não tinha 3 reais para completar uma passagem para ir buscar um saco de ração, coisas como essa me deixam puto, mas o que a solidão me trás de positivo é incomparável. Sabe aquele sentimento de excitação que a gente tem quando está passeando sozinho por uma cidade desconhecida? Uma espécie de 'safadeza', de malandragem, um sentimento de 'agora eu posso ser a pessoa bacana que eu sempre quis ser"? Tenho esse sentimento todos os dias, e ele vem da total falta de expectativas sobre mim. Ninguém espera nada de mim e por isso não preciso repetir todos os dias a mesma postura. Esse sentimento de frescor dura 4 anos e espero que dure para sempre.
Espero que minha reclusão não me mate antes de arrumar uma namorada. Para matar a minha 'fome' geralmente recorro ao sexo casual(gay), homens gays são muito práticos. Mas tenho um desejo enorme de ter uma relação mais profunda com uma mulher, pois quando tive essa oportunidade eu joguei fora, e agora há pouca ou nenhuma possibilidade de me aproximar de uma mulher. Ainda não conheci esse sentimento gostoso de ter uma mulher do meu lado (homens já tive vários), e com 30 anos sou um homem inexperiente com mulheres. Já tive a chance de amar um homem, e sou grato por isso.
Sinto que em breve vou alcançar a paz que busco, ela parece estar bem ali, virando a esquina. Se algum dia você estiver de férias no meio do mato e aparecer um doidão faminto correndo pelado e falando sozinho, provavelmente serei eu. Sou bonzinho e não machuco ninguém, por favor me cumprimente. Não sofram por estarem sós, sofram por estarem rodeados de pessoas.
submitted by BUDABICHO to desabafos [link] [comments]


2020.10.08 23:51 seraollumor Acho que eu tô ficando carente!!?

Cara terminei um namoro de uns 5 anos a uns 3 anos atrás desse esse tempo sou um lobo solitário, e modéstia a parte fiz muita coisa saca?! E ficar com alguém nunca foi um problema para mim! Mas tô me achando meio carente ou besta por garotas e tipo nunca fui assim nesse tempo e não é uma em específico são todas que estou conversando ultimamente. Exemplo, passar o fim de semana vendo desenho e transando tipo full fofinho, saca?! Sei lá queria não sentir isso, tenho medo da porra de sofrer novamente e credo era meio deplorável meu estado que fiquei! Enfim acho que era isso se alguém tiver algum conselho ou comentário estou aberto.
Valeu!
submitted by seraollumor to desabafos [link] [comments]


2020.10.08 16:47 lozy_ae Como eu sei que não amo mais?

Eu estou pensativa a meses não sabendo exatamente o que fazer quanto a isso, eu namoro a quase 2 anos, meu namorado é bom, me trata bem cuida de mim e acho que não faz nada de errado. Mas a coisas que no passado quando nós nos conhecemos e coisas durante nosso namoro que eu não consigo esquecer, me marcaram muito e eu não consigo confiar nele e nem fazer certas coisas com ele pois eu simplesmente travo, eu sei que você não pode ficar olhando muito o passado pq o passado já foi mas acho que eu não consigo viver com isso ou me casar com esse sentimento dentro de mim.
Eu não sei se ainda o amo ou se estou confortável tentando esquecer de vez enquando esses sentimentos e pensamentos mas é algo que eu sei que nunca vou esquecer e nunca perdoa-lo. Eu comecei a namorar muito nova e eu nunca tive um relacionamento mais adulto, e agora que eu já sou adulta eu não me sinto em um relacionamento assim, por ele morar em outra cidade eu não consigo ver ele sempre e eu me sinto muito incomodada pedindo favores para meus pais de ir lá ver ele ou de levar ele de volta (meus pais não deixam eu dirigir na pista e meu namorado não tem carro pra vir), e nesses tempos de pandemia é pior ainda pq não tem nem ônibus pra ele vir. Meus pais são uns anjos eles nunca reclamam nem nada do tipo mas isso não é coisa que eles tem de fazer por mim e eu também não sei se quero mais passar por isso.
Tenho esses pensamentos sempre que vejo filmes ou leio coisas com temas românticos, sei que a vida não é um conto de fadas mas eu quero ser feliz, eu não quero viver com medo de ser traída e eu quero conseguir ter relações sexuais com a pessoa que eu amo e o maior eu quero confiar em alguém sei que não são todas as pessoas que são confiáveis e não podemos confiar 100% mas eu não quero viver de desconfiança, quero poder olhar pra pessoa e sentir que temos mais que amor..
Sei que eu posso parecer estúpida sendo que tenho um namorado bom comigo e que posso ficar tranquila mas não é assim, está sendo muito difícil e eu não sei o que fazer, estou pensando pq não quero me arrepender, não sei se tem um conselho óbvio ou uma atitude óbvia mas pra mim tá um labirinto que eu não sei como sair sem me machucar ou machucar o outro.
Obrigado quem leu esse textao :)
submitted by lozy_ae to desabafos [link] [comments]


2020.10.08 00:58 AnUnusualGirl Desabafo

Não sei muito bem como começar escrever, não sei nem ao menos dizer muito bem o que estou sentindo. Se olharem meu perfil no reddit podem ver que é composto por periodos de ausência de meses, anos. Vou contar um pouco da minha historia e agradeço quem puder ler.
Tudo começou com 14 anos, na verdade antes, mas com 14 anos me assumi como trans para meus pais. Ao contrario do que esperava, minha vida se tornou um inferno, entre varios terapeutas, depressão e ansiedade eu levei assim até os 17 anos, onde eu finalmente consegui um encaminhanento para um endocrinologista depois de meses de terapia. Novamente ao contrario do que esperava, essa notícia apesar de feliz para mim foi horrivel para minha mãe e isso gerou uma briga tão ruim e triste que cheguei em casa com a certeza de cometer suicídio. Sabe-se lá porquê eu não cometi, decidi que viveria minha vida como um cara "normal".
Com 18 entrei em Medicina, em uma faculdade particular, ganhei um carro, teoricamente a vida perfeita, e eu sempre me falava isso, tenho a vida perfeita, vou aproveitar e viver como um cara "normal". E eu tentei, tento até hoje. Hoje estou com 20 anos, no terceiro ano de curso e saindo de um namoro com uma mulher, relacionamento que estou vendo que foi uma forma de tentar provar para mim que poderia ser um cara "normal".
Nós terminamos ontem, e eu não me senti muito mal, na verdade a unica coisa que veio a minha cabeça foi essa questão de gênero, como se eu estivesse chegando a um limite sei lá, como se por mais que eu tentasse fugir disso, eu não conseguisse.
Acho que bateu uma real de que preciso lutar por mim, buscar me entender e me aceitar. Mas não sei nem o que fazer. Ter me assumido para eles foi muito doloroso e difícil e eles não aceitaram nada, eles gastam uma fortuna comigo, eu me sinto muito mal de decepciona-los, tenho medo, muita insegurança.
Sei lá, o que estou sentindo nesse momento é só uma vontade de ser quem eu sou. Ser a Marina e não o Matheus. Só queria que fosse fácil como desejar e imaginar isso.
Enfim, desculpem pelo texto longo e provavelmente sem sentido, estou em semana de provas, e com a cabeça a mil pensando nessas questões de gênero. Agradeço muito a quem leu, só de escrever o que está padsando por minha cabeça me sinto um pouco melhor
submitted by AnUnusualGirl to transbr [link] [comments]


2020.10.07 01:34 Enscie Estou cansado! Tirar a vida parece uma boa!

Até novembro do ano passado eu tinha um estagio que eu me sentia em casa, tinha uma namorada legal, e tinha que só me esforçar mais na faculdade! Apesar de ter ejaculação precoce minha ex, me ajudava nisso e me incentivava a crescer, eu que ficava triste e falando de desistir... O sexo se tornou um peso por eu sempre estar insatisfeito, ela passou que eu não gostava mais, mas sabe eu estava me acostumando a ter esse problema e com isso ele foi melhorando... Mas a falta de ser capaz de opinar pelo medo de perder ela, a falta de dinheiro e eu querendo ir morar com ela, na verdade queria pedir ela em casamento! E tal... Depois mas não tin ha dinhenheior pro anel! Troquei de emprego pra algo que me sugava 10horas ppor dia por 1300 conto, não suportei um mes! Saiu, sofri por ter largado o estagio e tal, foda fiquei sem trabalho do fim de dezembro até 9 de março! MAs entrei em um outro e sai pela pandemia, demetido!
No dia 26 de fevereiro desse ano ela me deixo, no dia 27 meu gato morreu, nodia 25/03/2020 fui demetido por causa da pan, elouqueci e minha familia não fez nada! Foi meu primeiro namoro!
Eu comecei a ir na igreja, ouvir culto, orar e buscar 24 horas por dia, pedindo pela restauração do meu namoro, eu orava ate de madrugada, mãe nem pai nem ninguém me parou de buscar! Ouvi coisas que não devia na igreja! Que afetou meu psicológico ansioso, louco pra querer minha ex de volta! Sofri horrores cada culto eu achava que teria minha resposta! Não estou falando contra, eu sei que estava doente emocionalmente!
Hoje em dia só me da tristeza do tempo que perdi e ninguém me aconselhou, me sinto despreparado pra vida por ter sido criado prezo e ainda assim não ter liberdade de sair ou chegar a hora que eu bem entendo em casa sem precisar dizer nada a ninguém. Tenho 24 anos, ainda sinto falta da ex depois de 7 meses, ela deve ter me largado por essa falta de protagonismo na vida e pra completar tem dias que eu acordo normal, querendo fazer as coisas e tem dias que eu acordo sem motivo pra fazer nada e esses tem sido cada vez mais recorrentes! Eu queria tomar um remedia pra me animar, já tomei paroxetina, queria de volta mas tenho medo dos danos no futuro de antidepressivo! Eu sou muito inconstante, dias to normal e outro como um fundo do poço! E tenho tido vários planos e pensamentos de morte ou de sumir! Tá complicado! Eu fui semana passa no psicólogo, essa semana tem de novo eu tenho medo de falar essas coisa pra ela e ela surtar e largar eu, ou dizer que eu não devo tomar remédio, mas eu quero pois já tomei e sei que ajuda a ter essa estabilidade, mesmo que não e algo que te faz 100 bem, mas não quero danos no futuro!
Pra completar eu tive um sonho do dia 17/09/2020 sobre eu aceitar uma vaga de emprego e sofrer uma doença por estress! Falei com mãe que ia recusar, ela disse "Conheço gente que vive de sonho e hoje passa fome, pois não enfrentou a realidade achando que ia acontecer", ou vi ela e aceitei o emprego! no dia 21 eu fui trabalhar! Resultado, não parava de pensar que ia morrer ou ter a doença lá, nove dias depois pedi pra sair no dia 30/09/2020. Me sinto um lixo! Sem trabalho, quero largar a facudade pq nao tenho motivação pra estudar e tal! E hoje acordei cheio de raivai e rancor e coisas me deixando angustiando e ontem estava bem e meu plano era estudar hoje, e hoje não consigo! Por isso queria um remedio que me estabilizasse saca! E hoje até pensei em morrer então vim pra ca antes de apagar meu whatsappp!

QUeria morar só por causa das loucurar que já ouvi do meu pai sobre essa casa, que alguém vai entrar e nos matar, que estão vigiando a gente pq a casa ta na justiça e o fim da ppicada! E muita treta essa vida!
submitted by Enscie to desabafos [link] [comments]