Ir casar

También hay dos maneras diferentes de contraer matrimonio: por la iglesia o por lo civil (casarse por el juzgado, ayuntamiento o notario).En ambos casos hay que hacer la gestión de unos trámites, aunque, normalmente, siempre son más rápidos si se celebra por lo civil, porque el matrimonio religioso requiere cursillos prematrimoniales, por ejemplo. IR Contact. ICR, Inc. Rodny Nacier [email protected] +1 203 682 8273 Customer Support. Caesarstone Contact Us +1-877-978-2789 Investor Email Alerts. To opt-in for investor email alerts, please enter your email address in the field below and select at least one alert option. After submitting your request, you will receive an activation email to ... دانلود نرم افزار CAESAR II 2019 11.00.00.4800 x86x64 . دانلود نرم افزار Intergraph CAESARII 2018 v10.00.00.7700 نرم افزار تجزیه و تحلیل تنش Translated sentences containing 'casar' Nos vamos a casar. We're going to get married. Ella deseaba casarse en Roma. ... conocer corroerse dar decir defenestrar divertir dormir empezar encogerse escribir estar explotar finalizar haber hablar hacer intuir ir jugar leer llegar oir pedir pensar poder poner prever querer rasar reiterar saber salir ... Cameras. IRC offers a full range of cameras across all infrared wavelength regions. In addition to our own IRC800 and IRC900 Series mid wave scientific cameras, we provide the industry’s broadest selection of high-performance near, short and long wave infrared imaging systems. Investor Relations. Caesarstone is a concept and lifestyle-driven company with a customer-centered approach to designing, developing, and producing high-end engineered quartz surfaces used in residential and commercial buildings globally. Future Tense Conjugation of ir – Futuro de ir. Spanish Verb Conjugation: yo iré, tú irás, él / Ud.… At Caesars Entertainment every guest is treated like Caesar and every visit is unforgettable. Enjoy the world's best hotels, casinos, restaurants, shows and more. The Spanish verb casarse means to get married.It is a regular -ar verb like ayudar or caminar. This verb can be used as a reflexive or reciprocal verb, casarse, or as a non-reflexive verb, casar. Since it is most commonly used as casarse, this article will show the conjugations for the verb using the reflexive pronouns (me, te, se, nos, os, se).

O dia que eu engravidei minha amiga com apenas 9 anos

2020.09.19 03:12 MoriSann O dia que eu engravidei minha amiga com apenas 9 anos

Olá Luba,editores,gatas e turma que estão a ver
Quando eu estava na 4ª série eu era muito amiga de uma garota que era da minha sala,digamos que seu nome era Raynara,ela sentava ao meu lado em outra fileira de mesas por isso conversávamos muito
A mãe de Raynara era amiga da minha falecida avózinha, e como eu ficava o dia todo com ela pq minha mãe trabalhava o dia todo a mãe de Raynara a levava a minha casa para brincarmos juntas enquanto elas conversavam..
Um dia, eu e Raynara estávamos brincando no quarto com aquelas peças grandes e coloridas de montar sabe?tipo Lego enfim.. eu estava muito empenhada em montar algo extraordinário com aquelas peças mas Raynara não parecia tão animado o quanto eu estava, ela ficava me encarando, era desconfortável. Enquanto eu montava um avião Raynara me pergunta "-Posso te dar um beijo?"
Não lembro o que exatamente eu disse mas tudo indica que eu aceitei considerado o fato de que ela me deu um beijinho no canto da minha boca, depois que ela me beijou a mãe de Raynara grita lá de fora que elas iriam ir embora agora, eu levantei o meu rosto e Raynara me deu outro beijo, dessa vez na boca, depois ela foi embora
Na aula do dia seguinte Raynara e eu fizemos dupla para fazer um trabalho de escola, eu agi normalmente já Raynara insistia em perguntar se eu lembrava o que havia acontecido ontem..
No recreio Raynara e eu nos separamos, eu gostava de jogar bola ou ficar com meu amigo no recreio. Estava tudo normal até que em algum momento ouvi pessoas comentando coisas como "Sabiam que a Raynara tá grávida?" "A Raynara vai ter um bebê!". A escola inteira estava comentando sobre a gravidez de Raynara, eu não me importei já que não era a primeira vez que as pessoas espalhavam boatos não só sobre Raynara mas também sobre qualquer um que eles quisessem tirar sarro.
O recreio acabou e eu voltei pra minha sala, Raynara estava sentada chorando em sua mesa, como eu sempre enrola e só entrava na sala depois que a professora chegasse eu só consegui ver a professora levando Raynara para a diretoria, depois de alguns minutos Raynara leva a professora e a diretora para algumas salas, ela retorna pra nossa sala agora com alguns meninos e meninas de salas e anos diferentes, a diretora fez com que todos os causadores dos boatos se desculpassem na frente da sala inteira, depois de alguns minutos vendo aquelas pessoas levando um looooongo sermão da diretora a aula continua e todos agem normalmente.
Na hora de ir embora optei em voltar por um caminho mais longo e calma, que por acaso do destino era na rua onde Raynara morava, eu a vi sentada na calçada a alguns metros da sua casa, ela parecia chateada então fui conversar com ela
-Raynara? Você tá bem? -Você vai ser o pai! -O que? -Eu sou a mãe então você tem que ser o pai -A diretora falou pra você parar de dar ideia para o que aqueles meninos falam -Mas eu estou grávida,eu sinto o bebê na minha barriga! -Isso é sério? -Sim!Aqui coloca a mão na minha barriga
Raynara pega minha mão e coloca na barriga dela. Eu podia jurar que algo se mexeu na barriga dela, talvez só era coisa da minha cabeça pois eu estava em pânico.
Eu vou ser pai? Eu vou ter barba?! Pensamentos como esses pairavam sobre minha mente enquanto Raynara falava coisas sobre comprar uma casa e usar terno e gravata
-Eu não vou ser pai -Claro que vai,eu já sou a mãe -VOCÊ QUE ME BEIJOU E CULPA É SUA!!
Depois que eu gritei percebi qua algumas pessoas olhavam pra gente e depois continuavam o que estavam fazendo, eramos apenas duas crianças gritando coisas sobre mamãe e papai na rua, na certa pensaram que estávamos brincando de casinha ou algo assim
-Eu vou contar pra minha mãe que você não quer ser o pai
Ela correu pra sua casa e eu corri pra minha com medo da mãe de Raynara aparecer na minha casa e dizer que eu teria que me casar
No dia seguinte fui pra escola e Raynara agia como se nada tivesse acontecido, nenhuma de nós tocou do assunto. Não sei o que Raynara disse pra mãe ou se ela disse alguma coisa a única coisa que sei é que nem Raynara ou sua mãe foram na minha casa novamente
Hoje estou com 15 anos e não tenho contato com a Raynara a talvez 3 anos, não sei se isso tem alguma relação com Raynara mas me assumi lésbica esse ano para minha mãe, tá sendo um pouco complicado mas quem disse que seria fácil neah? Enfim espero que tenham gostado bjus pra qm quiser 2<3
submitted by MoriSann to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.17 21:13 Estrella666 MI MAMA ECHA DE LA CASA A SU NOVIO CON DERECHO A PUTAZOS

Contexto:
Esta historia fue de ase mucho antes de la cuarentena cuando tenia 16 años ,Mi padre murió cuando yo nací así que mi mama no buscaba a nadie ya que se sentía bien estando con sus tres hijos que tenia , hasta que encontró a alguien que la trataba como una reina , obvio ella no se creía mucho esto ya que en el pasado le paso lo mismo y la dejaron , otra cosa aparte es que mi mama fue entrenada en karate por mi abuelo ( su padre) hasta que cumplió los 18 años ( SERA IMPORTANTE ), muy bien los personajes de esta historia son :
MC: Mama luchona
EK: Erick o cualquier nombre que quieran poner
yo: pues yo
HM: Mi hermano
H: Hermana
Historia:
Esto comenzó cuando mi mama trajo a su novio a la casa , yo desconfiaba de el , al igual que otros que querían estar con mi mama , no me opuse que ella tuviera alguien en su vida así que lo deje pasar , por ahora , cuando nos lo presento fue amable por solo una maldita semana , cuando dijo mi mama que se va casar con ¿¡el?¡ , al escuchar eso la felicita , por que no era nadie para negarle la felicidad a mi madre , un día de los preparativos , mi mama se fue a ver su vestido en compañía de mi tía y mi abuela, dejándonos con su futuro esposo a sus tres hijos , mientras estaba en el segundo piso jugando con mi hermano se me antojo de querer comprar algo así que baje a por mi billetera , cuando encontré mi cuarto abierto, y entonces vi a erick sacando dinero de mi billetera obviamente le grite :
Yo: ¡¿QUE HACES CON MI BILLETERA?¡
EK: Esta es mi billetera , yo también tengo una parecida a la tuya
Yo: A ver quiero ver , mi billetera tiene algo que yo solo se que tiene
EK: Por que te la daría de seguro te iras corriendo con ella y lo malgastaras en tus figuritas o cualquier pendejada
( Yo deje de comprar ese tipo de cosas cuando tenia 13 años )
YO: O me das mi billetera o .....
EK: O que niñato , que me harás ,un kamehameha jajajjaja
n ese momento vino mi mama de escoger el vestido y entonces erick fue a decirle que yo le quería robar ´´su billetera´´ obviamente mi madre me dijo que hablare con ella después , cuando se estaban yendo con mi mama a que se pruebe el vestido en la sala , erick me vio con una sonrisa en su cara , ganado este duelo, despues de eso mi madre me hablo :
M: Es cierto que querías robarle la billetera hijo
YO: No es cierto ese idiota me robo mi billetera , no se para que la quería
M: Muy bien hijo hablare con Erick sobre esto , tu duerme por mientras ok
YO: ok
Y no solo me molestaba a mi sino a mi hermano y a mi hermana , cuando mi madre se iba eramos su diversión nos molestaba a mi hermano y a mi , con que fuéramos a trabajar para que así nos convirtiéramos en ¿¡ HOMBRES?¡ , si esas fueron sus palabras , y mandaba a mi hermana a que lave los platos y que le prepare algo para comer , todo un idiota era erick, pero no le hacíamos caso y nos encerrábamos en el cuarto de mi abuela , jugando y viendo, obviamente a el no le gusto y desordeno nuestro cuarto y la casa para que mi mama creyera que no la arreglamos como nos encargo ella , y nos regañara , los días pasaban y ya se acercaba la boda , mis hermanos y y tramábamos un plan para desenmascarar al idiota , conseguimos muchas pro no eran para convencer a mi madre , así que le seguimos en escondida cundo el se iba, logre captar una conversación de el , con un amigo diciendo que cuando se case le robara el dinero y la casa a mi madre y la botara junto con nosotros a la calle
cundo lo capte todo , me iba ir pero me vio y me empezó a perseguir hasta la casa , ya dentro de la casa oculte el celular para que no lo encontrara , cuando el llego el me llamo gritando , baje para confrontarlo el empezó a gritarme y me amenazo deque si dijera algo le haría algo a mi madre , obvio que no le creí , le dije :
Yo: Hale algo y te juro que yo te haré la vida miserable
EK: Quiero ver eso niñato a ver si puedes
EN eso viene mi hermano y mi hermana a ayudarme
HM: Mejor por que no te vas y nos dejas en paz erick
H: Vete si no quier que llamemos a la policía por amenaza a un niño
EK: Ya estoy arto
En eso se quería abalanzar a mi hermana en entonces mi hermano la protege y yo con un palo que estaba cerca en ese momento le pego en la espalda
El ya enojado se voltea hacia mi y me golpea , cuando en ese momento aparece mi mama junto con mi tía y abuela y lo ven , mi madre le grita :
M: Que te ocurre por que les pegas a mis hijos
EK: Tus hijos son unos malcriados en especial tu hija que es una puta tremenda
En eso mi mama deja sus compras al suelo y e dirige hacia el
El esperaba un abrazo y con una victoria, pero lo que recibió fue un agarre y un lanzamiento fuerte al piso en ese momento mi mama se acerca y le dice que nadie golpea sus hijos y llama su hijita puta entonces lo patea hasta la salida y lo vota a la calle .
El ya enojado dice que volverá , mi mama cerro la puerta y nos abrazo pidiendo disculpas , le dijimos que no había d que disculparse ya que voto a ese idiota le mostré la grabación y ella supo que el era un idiota. la mañana siguiente mi abuelo vino de su viaje y nos dijo que cuando llego vio a una persona que quería romper las ventanas y echarles spray , el al verlo le grito que si lo hace habrá problemas , el se creyó mucho ya que tenia un bate pero , lo que no sabia es que el aunque este a sus edades puede vencerlo, al final contó que le quito 3 dientes y le rompió el brazo , y entonces se fue , le dijimos quien era la persona que acaba de golpear mi abuelo, el se rió , nos dijo que le rompió el brazo al escucharle decir que su hija ( mi madre ) era una puta.
Al final no lo volví a ver, mis hermanos y yo entramos a clases de karate , pero solo mi hermano yo entramos aparte a clases de boxeo ya que o queríamos que ocurriera o mismo otra vez.Fin
submitted by Estrella666 to padresconderecho [link] [comments]


2020.09.14 04:58 altovaliriano Stannis Baratheon (Parte 8)

No mesmo dia em que a notícia da morte de Joffrey chega a Pedra do Dragão, Davos tira Edric Storm da ilha. Ao saber da notícia, Stannis fica abalado com a traição de sua Mão. Ele havia mantido Davos nas celas por ter ameaçado a vida de Melisandre. Naquela ocasião, a mulher vermelha vira nas chamas a ameça e lhe contou. Agora, porém, ela nem mesmo previu. Davos o traiu por debaixo do nariz até mesmo de R’hllor.
O Rei se sente cansado da sucessão de Mãos traidoras. Alester Florent quase fez um acordo de rendição com os Lannister e entregou Shireen para se casar com o abominável bastardo Tommen. O cavaleiro das cebolas o privou da única ferramenta que poderia encerrar a guerra, unir o reino e trazer dragões de volta a vida. Stannis sabe que a pena para traição é a morte, por isso mesmo ele desembainha luminífera para oferecer a Davos um pouco mais da mesma justiça que o fez perder seus dedos.
Ajoelhado, Davos então pede para ler algo, que nem Stannis ou Melisandre sabem ser a carta de meistre Aemon pedindo ajuda. Stannis concede, com os músculos do pescoço projetando-se “como cordões” de tanta raiva. O resto dos acontecimentos, não ficamos sabendo. Dez capítulos depois, Stannis está na Muralha e presumimos que as tensões em Pedra do Dragão acabaram e todo mundo se perdoou.
Mas, obviamente, não foi isso que aconteceu. A viagem de Stannis é cercada de nuances inusitadas e inescrutáveis.
Como Davos convenceu Stannis a ajudar a Patrulha?
Para muitos esta pergunta deve parecer um pouco ridícula. Parece óbvio que Stannis, após ter tido a visão com “um anel de archotes, [...] um monte alto qualquer numa floresta [...] homens de negro atrás dos archotes, e [...] silhuetas em movimento através da neve”, ele entenderia que estava olhando para a Patrulha da Noite, certo?
Talvez, mas é necessário entender que a luta de Azor Ahai não era contra os selvagens, mas sim contra um inimigo feito de escuridão, frio e morte. A visão que Stannis teve foi a de um monte alto em uma floresta e silhuetas na neve, o que de forma nenhuma coincide com o terreno de Castelo Negro.
Por outro lado, vejam que até mesmo uma pessoa com inclinações humanitárias como Davos não vê qualquer vantagem para Stannis em socorrer a Patrulha quando lê a carta pela primeira vez:
Onde está o mal em um rei selvagem qualquer conquistar o Norte? Afinal, Stannis sequer controlava o Norte. Sua Graça dificilmente podia ser acusada de não proteger pessoas que se recusavam a reconhecê-lo como rei.
(ASOS, Davos V)
Davos obviamente não faz este cálculo usando a moral como bússola. Ele provavelmente faz um cálculo político, como Mão do Rei, como alguém que conhece a cabeça de seu próprio Rei. Afinal, Stannis não tinha homens para oferecer uma ajuda real à Patrulha. Nas condições que Stannis estava, para dar uma ajuda real ele teria que ir enviar praticamente toda sua força.
Sou a Mão do Rei, certo. Stannis podia ser o Rei de Westeros no nome, mas na realidade era o Rei da Mesa Pintada. Controlava Pedra do Dragão e Ponta Tempestade e tinha uma aliança cada vez mais incômoda com Salladhor Saan, mas era só. Como podia a Patrulha ter voltado os olhos para ele em busca de ajuda? Podem não saber como ele é fraco, como a sua causa está perdida.
(ASOS, Davos V)
Sabe o que é interessante sobre isto? Quem foi que deu uma resposta igual a essa ao pedido de ajuda feito pela Patrulha? Tywin Lannister.
Tyrion lembrou-se de sua visita à Muralha [...].
[...] A Patrulha está com uma grave falta de efetivos. Se a Muralha cair...
... os selvagens inundarão o Norte – concluiu o pai – e os Stark e os Greyjoy terão outro inimigo para combater. Se, como parece, já não desejam ser súditos do Trono de Ferro, com que direito olham para ele em busca de ajuda? Tanto o Rei Robb como o Rei Balon reivindicamo Norte. Que eles o defendam, se conseguirem. E, se não conseguirem, esse Mance Rayder até pode se revelar um aliado útil.
(ASOS, Tyrion III)
Stannis divide alguns traços de personalidade com Tywin, especialmente no tocante a fachada de durões. Ambos são comandantes de guerra experientes, que preferem comandar da retaguarda, bons estrategistas e têm visões pragmáticas da política. Ambos se reconhecem como inimigos poderosos e tentam esconder suas estratégias do outro, pois têm mentalidades muito próximas. Nessa releitura, inclusive, reparei pela primeira vez que Tywin e Stannis usam a mesma expressão para avaliar Robb Stark:
Sim, pus os homens menos disciplinados na esquerda. Previ que quebrariam. Robb Stark é um rapaz verde, provavelmente mais ousado que sábio.
(AGOT, Tyrion VIII)
...
[...] O filho de Eddard Stark foi proclamado Rei no Norte e conta com todo o poderio de Winterfell e Correrrio.
Um jovenzinho verde – Stannis ironizou. – E outro falso rei. Devo aceitar um reino mutilado?
(ACOK, Prólogo)
Diante destas similaridades, me chamou a atenção que Tywin Lannister foi o único outro político a receber uma carta de apelo vinda da Muralha. Eis a resposta que ele deu a Pycelle:
Cinco reis? – o pai estava aborrecido. – Há um rei em Westeros. Esses tolos de negro podiam tentar se lembrar disso, se desejam que Sua Graça lhes dê ouvidos. Quando responder, diga-lhe que Renly está morto e que os outros são traidores e farsantes. […] – A Patrulha da Noite é formada por um bando de ladrões, assassinos e grosseirões ilegítimos, mas ocorre-me que poderiam demonstrar ser diferentes, desde que tivessem a disciplina adequada. Se Mormont está realmente morto, os irmãos negros têm de escolher um novo Senhor Comandante. […] solicite a Marsh que dê os melhores cumprimentos de Sua Graça ao seu fiel amigo e servidor, Lorde Janos Slynt.
(ASOS, Tyrion IV)
Essa deve ter sido exatamente a reação de Stannis quando Davos leu a carta. Portanto, se Davos queria estar preparado para convencer Stannis, ele deveria ter alguns argumentos na manga para mostrar que: 1) a Patrulha não quis ofender a pretensão de ninguém, apenas está desesperada; 2) São uma ordem com algum senso de honra; 3) que vale a pena salvar o Norte de uma invasão e 4) que os selvagens não são necessariamente uma ameaça.
Qual não foi minha surpresa quando notei que Davos reflete sobre todos esses argumentos no capítulo anterior a tirar Edric de Pedra do Dragão e ler a carta a Stannis e Melisandre. A história de Davos sendo aprendiz no barco de Roho Uhoris, que a primeira vista parece uma lembrança totalmente desconexa a princípio, parece ter uma função no convencimento de Stannis.
Davos sabia que Stannis ficaria ofendido pela menção ao cinco reis (“essa conversa de cinco reis teria sem dúvida enfurecido Stannis”), mas Davos sabe que se a carta também havia sido enviada a Stannis, a Patrulha deveria estar em uma situação tão desesperada que não tinham como escolher (“Só um homem esfomeado suplica pão a um pedinte”). Mas a Patrulha não sabia da situação de Stannis (“Podem não saber como ele é fraco, como a sua causa está perdida”), então, ao responder ao chamado Stannis poderia passar a impressão de força e ainda matar a fome de vitória de seus soldados.
Porém, como Tywin alegou a Patrulha é apenas um “bando de ladrões, assassinos e grosseirões ilegítimos”, por que Stannis gastaria recuros e se juntaria a este tipo de escória? É aqui que entra a história aparantemente aleatória do tyroshi em cujo barco Davos foi aprendiz.
A primeira vez em que viu a Muralha era mais novo do que Devan e servia a bordo do Gato da Calçada às ordens de Roro Uhoris, um tyroshi conhecido de cima a baixo do mar estreito como Bastardo Cego, embora nem fosse cego nem filho ilegítimo. Roro tinha passado por Skagos e entrado no Mar Tremente, visitando uma centena de pequenas angras que nunca antes tinham visto um navio mercante. Trouxe aço; espadas, machados, elmos, boas camisas de cota de malha, para trocar por peles, marfim, âmbar e obsidiana. Quando o Gato da Calçada voltou para o sul, trazia os porões repletos, mas na Baía das Focas surgiram três galés negras e pastorearam-no até Atalaialeste. Perderam a carga e o Bastardo perdeu a cabeça, pelo crime de vender armas aos selvagens.
Davos tinha comerciado em Atalaialeste nos seus dias de contrabandista. Os irmãos negros eram inimigos duros, mas bons clientes, para um navio com o tipo certo de carga. Mas apesar de ter aceitado o seu dinheiro, nunca esqueceu o modo como a cabeça do Bastardo Cego tinha rolado pelo convés do Gato da Calçada.
A história mostra que representa a Patrulha como uma ordem com uma certa noção de disciplina e justiça. Fiel no cumprimento de seu dever. Veja que o incidente ocorreu antes da vida de contrabandista de Davos, não havendo porque ninguém suspeitar que ele seria persona non grata. Ainda assim, a experiência foi marcante o suficiente para ficar na memória do cavaleiro das cebolas.
Por outro lado, a fama de bons clientes é uma sutileza interessante. Mostra que a Patrulha é aberta a negócios e não trata pessoas com ingratidão. Este tipo de julgamento de Davos deve ser capaz de aplacar qualquer medo que Stannis tivesse de seguir para o Norte, ajudar a Patrulha e, no fim, ser recompensado com ingratidão.
Todos estes detalhes soariam como música nos ouvidos de Stannis e muito possivelmente poderia neutralizar a opinião elitista que o rei certamente compartilha com Tywin.
Quanto ao convencimento de que o Norte merecia atenção, Davos buscou inspiração nas próprias palavras de Melisandre.
Quantos garotos vivem em Westeros? Quantas garotas? Quantos homens, quantas mulheres? A escuridão vai devorá-los todos, diz ela.
(ASOS, Davos V)
Assim, quando a nova Mão percebe que a visão fala sobre a Patrulha da Noite, que está no ponto mais ao Norte de Westeros, ele vê que as palavras de Melisandre prenunciam que todos ao Sul da Muralha estão indistintamente no mesmo barco. Portanto, poderia facilmente argumentar que a noção de povo que Baratheon deveria proteger com o sacrifício de Edric também incluía as pessoas que não se ajoelharam para ele. Afinal, era exatamente o que ele estava tentando fazer tendo o povo do Sul em mente.
Se Melisandre soubesse desta carta... O que foi que ela disse? Aquele cujo nome não pode ser proferido está reunindo o seu poder, Davos Seaworth. Em breve chegará o frio, e a noite que nunca termina... E Stannis teve uma visão nas chamas, um anel de archotes na neve, rodeados de terror.
(ASOS, Davos V)
sei que um rei protege o seu povo, caso contrário não é rei nenhum.
(ASOS, Davos VI)
O convencimento de que o Povo Livre não era uma ameaça, porém, não ocorreu com base neste mesmo argumento. Nós vimos Jon Snow fazer uma forte defesa de que os selvagens eram homens também, mas em nenhum momento a coisa ocorre do mesmo jeito com Stannis. Em verdade, no momento em que Davos lograsse demonstrar que o Norte precisaria ser salvo, pensar em uma parceria com Mance Rayder (como Tywin cogitou, então portanto passaria pela cabeça de Baratheon) seria um tiro no pé de Stannis. Ele sabia que os Nortenhos veriam Mance como uma ameaça constante e nenhum deles abrigaria o Povo Livre.
Assim, Davos precisava convencer Stannis de que os selvagens não eram todos clones de Mance Rayder, que era possível separar o joio do trigo. Por outro lado, uma visão humanista dos selvagens também se fazia necessária para que o rei não os visse como seres humanos e, portanto, seus súditos. Para isso, GRRM usa novamente a experiência de Davos com Roho Uhoris.
Conheci alguns selvagens quando era garoto – disse ao Meistre Pylos. – Eram ladrões razoáveis, mas ruins na pechincha. Um deles desapareceu coma nossa garota de cabine. Tudo somado, pareceram-me homens como os outros, uns bons, outros maus.
O argumento certamente convenceu Stannis, pois temos evidência de que ele já chegou em Castelo Negro com a intenção de dobrar os joelhos dos selvagens, não massacrá-los. Até o número de cativos é igual ao número de mortos. Uma quantidade enorme de prisioneiros, especialmente de um povo que não paga resgates.
Matei mil selvagens, capturei outros mil e dispersei o restante, mas ambos sabemos que eles voltarão. Melisandre viu isso em seus fogos. [...] E quanto mais nos sangrarmos uns aos outros, mais fracos estaremos todos quando o verdadeiro inimigo cair sobre nós. […] Seus irmãos não gostarão disso, não mais do que os senhores de seu pai, mas eu pretendo permitir que os selvagens atravessem a Muralha... [...] Quando os ventos frios se erguerem, sobreviveremos ou morreremos juntos. É hora de fazermos uma aliança contra o nosso inimigo comum.
(ASOS, Jon XI)
Stannis perdoou Davos?
Outra pergunta que parece ter uma resposta óbvia e ululante, mas só parece. Stannis não matou Davos, mas todas as pessoas envolvidas na extração de Edric de Pedra do Dragão foram sutilmente punidas por Stannis.
Rolland Storm e Meistre Pylos foram deixados para trás em Pedra do Dragão para tomar conta da fortaleza. Salladhor Saan somente não foi dispensado porque Stannis precisava dos navios dele para chegar a Atalaialeste, mas Stannis não deu qualquer outro passo para tentar pagar o pirata desde então, fato que pesou na decisão do liseno de abandonar Stannis.
No fim, Stannis enviou Davos em uma missão que dependia exclusivamente dos navios de Saan, um pirata a quem ele estava negligentemente negando pagamento.
Então, de certo modo, Stannis tornou-se um pouco mais negligente com Davos, o despachou para longe e passou a lhe exigir mais serviço. Uma punição tão sutil que pode nem ter sido deliberada, algo inconsciente.
Contudo, o rei não foi tão longe ao ponto de convocar os homens que estão guardando Edric em Lys.
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2020.09.10 16:10 henrylore Najiyu Ep 8 - A rainha dos gatinhos

**aparece um garotinho andando por aí se equilibrando em pedaços de madeira jogados na rua, pulando de pedrinha em pedrinha pra não pular nas frestas, um garoto normal andando pelo reino de catcastle
??: *comprando um sorvete de morango (é um garoto normal, de cabelo castanho, um colar com uma pedra de pingente, um amuleto)
*tomando o sorvete enquanto...
??²: *olhando pra ele escondido atrás de um telhado, olhando fixamente pra ele através das tendas de venda
hmm.....
*da pra reconhecer q é a mesma pessoa que tava no trem, roubando todo mundo, as orelhas de pelo cinza, os olhos azuis
*se esconde
...
**voltando...
Ne: nós precisamos falar com a rainha may
Hb: iiiii calma aí
a gente precisa conhecer vocês primeiro! já chegaram querendo entrar no castelo, não funciona assim aqui...
Ne: ...
H: *olha pra Nevaska e volta o olhar pra eles dois
tá, então vamos conhecer o reino inteiro?
Li: rapaz o reino inteiro eu não sei não viu, mas grande parte a gente consegue mostrar
Hb: faz sentido, vamos nessa
vocês provavelmente vieram cedo pro festival da música, o pessoal só chega daqui a alguns dias, eles nunca chegam exatamente no dia do festival....
H: por que não tem tanta gente aqui?
Hb: eu não sei, a galera curte os festivais mas na hora de morar eles desistem
H: hmmmm...
(a postura do Hb é super tranquila perante a tudo oq tá acontecendo, parece que ele faz aquilo ali todo dia)
L: e aquele castelão ali?
eu sempre quis um castelão
Hb: o castelo é da rainha, só entra lá quem tiver coisas importantes pra falar
com os tickets
*puxa uns papeizinhos do bolso e mostra
H: e isso aí são os tickets?
Hb: é... a maioria
eu presumo que alguns aqui são umas multas ou mensagens de fãs mas não tem segredo
eu tenho que ler os tickets ainda...
Li: o hb é preguiçoso, liga não
Hb: você que é chata
P: *sussurra no ouvido do Henry
o que tá acontecendo
H: eu sei lá
L: mano isso é maneiro
isso tudo é muito maneiro
Hb: algum de vocês quer casar?
H: °°
L: que
Ne: ????
P: err
Li: nao doido não com ele, é que ele é padre
H: aaaah
L: Hmmmm. faz sentido
EI CARA EU POSSO SER PADRE?
Hb: -'
L: MANO EU SEMPRE QUIS SER PADRE NAMORAL DEVE SER MANEIRISSIMO
Ne: Lusk...?
L: o que foi é minha chance de ser padre
Hb: calma lá amigo não se emociona
H: •-• carceres luskeiros
Li: rapaz vocês são energéticos
gostei
Hb: bem, pra ter a confiança de vocês eu tenho que apresentar vocês pros outros guardas daqui
P: guardas?
Li: tem guardas moradores velhos... tinham patinhas...
P: patinhas?
Li: é como a may chama os indicados a guarda por aqui
a gente separa esse pessoal em categorias e coisas que eles merecem por ações que eles fazem
o hb por exemplo é um guarda
Hb: oi
L: QUE MANEIRO Eu gostaria de guardar.
H: *olha pro lusk com uma cara bem séria
L: opa
Ne: então é só a gente conhecer os outros caras que a gente pode falar com a rainha
Hb: calma lá eu preciso deixar eles cientes de que vocês tão aqui, porque não é nada contra, mas a gente precisa ter certeza de que vocês são confiáveis
Ne: aaaa-
H: tranquilo
Hb: vem cá
**vão em direção ao castelo, e na porta já percebem um cara do lado dela, bem alto, que olha pra eles e diz
??: Olá. bem vindos ao catcastle!
Hb: esse aqui é o gui, ele é show de bola
Gui: opa meus queridos, tudo show?
*abraça pra cumprimentar eles já que ele é muito alto mesmo
L: caraaaaca
Gui: vocês podem me chamar de gui, ou de gordo
L: GORDAOOOOO
Li: *chega perto do Henry
rapaz esse teu amigo grita que é um tanto não?
H: eh-
*puxa o lusk
Calma cara.
L: COMO QUE EU VOU ME CONTROLAR COM TANRA COISA MANEI-
Ne: *da uma cotovelada na costela dele
L: a-
Hb: Gui, eu vou levar eles até a rainha, cuida da porta aqui enquanto eu não chego ok?
Gui: pode deixar
Hb: *abre a porta
**veem um corredor enorme cheio de armaduras e quadros, com uma escada no fundo
H: corredor bonito
L: foi o que ela disse num campeonato de corrida
Hb: *guia eles até às escadas, que levam a outro corredor
ué... o gerb era pra ta aqui
Li: *olha pro hb
nao era seu turno doido?
Hb: °°
viiish é hoje que eu perco o caaargo
**vão até o final e param de frente a uma porta vermelha com detalhes de gatos de diamante, mais chique que a porta de fora, com uma tranca aberta, mas que quando fechada parece bem resistente
Hb: ó só
a partir daqui,
cuidado tabom?
H: blz
P: ok
Ne: tranquilo
L: *colocando a mão na costela de dor
tran-quilo
Li: *da dois passos pra trás
Hb: *cuidadosamente abre a porta
**se revela uma sala cheia de janelas, com um tapete roxo no centro, e um lustre enorme com bastões luminosos que soltam glitter visíveis no ar pela própria luz do sol no fundo, se encontra um trono branco e roxo, com uma pessoa sentada, e uma caneca do outro lado
**é então que a pessoa vira pra eles e diz
??: Sim?
H: *ameaça ajoelhar no chão quando...
Hb: eai may tranquilo?
Ma: oi
Hb: eu trouxe uma galera aqui *aponta pra eles
e acho que você devia dar uma olhada sei lá vai que eles são uns chineses infiltrados
Ma: oi gente pessoas novas? *bebe um gole do que ela tá tomando na caneca e coloca no braço do trono de novo deixando pingar um pouquinho pra fora *na hora todo mundo percebe q é café
*desce do trono como se fosse um penhasco
Ma: pessoas novas...!
que surpresa
prazer gente eu sou a MayGabi, rainha dos gatinhos
e dona dessa vila aqui toda!
H: prazer eu sou o henry
P: prazer eu sou a... *pensa em algo
toggi!
H: que?
L: eu sou o grande, glorioso, bonitão, Lusk.
Ne: eu sou a Nevaska
eae
*faz um paz e amor
Hb: eu vou ali pra porta
não aprontem nada viu?
Ma: hmmmm...
o que vieram fazer? normalmente não vem gente pra cá...
...não por enquanto
Ne: nós viemos fazer um trabalho e precisamos da sua ajuda
a gente tá investigando uma pessoa que.. talvez tenha vindo pra cá
e a gente precisaria dos registros de quem entrou na vila ultimamente
Ma: eu não posso sair dando nomes de pessoas aqui pra vocês assim
Ne: hmmm... sabe se viu um cara chamado shibaru por aqui?
Ma: ... Shi- o que?
eu não sei gente, não tem como eu saber dentre tantas pessoas que entraram e saíram daqui
Ne: pode verificar pra gente?
Ma: ...
Ne: *puxa o distintivo dourado do shibaru e joga pra ela
a parada é séria. o cara é da ordem
Ma: *olha atentamente pro distintivo enquanto pensa
Li: não acham que se ele for entrar aqui ele não vai entrar desse jeito assim?
H: hm?
Li: ele entraria escondido se fosse entrar aqui, já que ele é da ordem
se vocês tão procurando ele, ele não ia pra um lugar onde a rainha tem nome de todo mundo que entra e sai
Ma: eu vou verificar os registros.
vejam com os guardas da fronteira se eles encontraram alguém
H: ue mas ninguém recebeu a gente
L: ninguém perguntou nome da gente
Li: tinham dois staffs encarregados disso mas eles sumiram...
Ma: o Bessa e o Clocks tavam encarregados disso no lugar deles. eles devem ter tido algum problema
ou... sei lá
H: ja começaram os desaparecimentos aqui?
Li: ...
Ma: ja começaram?
Ne: é, tá rolando uns desaparecimentos pelo lugar todo
e a gente ta investigando isso
Ma: e o que esse menino tem a ver com isso?
Ne: ele... fez coisas erradas e a gente tá buscando ele
Ma: hmmm.... eu não sei eu não posso julgar algo se eu não sei nada sobre ele né? a gente conversa mais tarde sobre isso, ok?
Lily
Li: sim?
Ma: voce ainda tem o seu hotel né? leva eles lá pra eles passarem essa noite
daqui a uns dias vai ser o grande festival
não quero que vocês vão embora antes disso acontecer
P: pode ter certeza que não vamos, rainha música sempre foi e continua sendo minha paixão eu costumava dançar quando criança
Ma: que interessante... togginha né? hehe
então vão lá
e boa tarde ;3
P: boa tardeeee
Ne: °°
ponce?
P: ah qual foi eu realmente dançava quando criança
Ne: a parada não é essa, você concordou em ir ao festival
e as investigações?
P: seja lá o que o shibaru quer fazer, ele vai fazer em lugares com grandes concentrações de pessoas, e se ele escolheu aqui, esse é o ponto dele
Ne: ...
P: ta achando o que minha filha
Ne: *boceja e bota as mãos atrás da cabeça
mas que saco hein
vai ver tem algo interessante nisso aí
**do lado de fora do castelo
Gui: *fecha a porta
vai com deus, pessoal!
H: aqule mano ali parece ser simpático
Li: todo mundo é simpático aqui...
hummmm *olha pra cima
tá anoitecendo, querem comer alguma coisa
H: beleza
L: eu tô com fome...
P: por que nao falou de comida antes?
Ne: meh
Li: vou apresentar pra vocês algumas pessoas daqui
*abre a porta de uma loja
*bate no balcão
Xiulabi! esse aqui é o cara
Xi: hummm
eai Lily o que trás aí?
Li: rapaz esses aqui são os novos caras que acabaram de chegar aqui
**sai um cara de uma porta do lado
??: hum?
Li: ah e esse aí é o kanix, eles sempre andam juntos
H: o que é essa loja?
Li: essa loja aqui é uma oficina de coisas avançadas, eles usam outros tipos de pedras pra fazerem não só armas mas como máquinas e outras coisas
eles costumam fazer as únicas coisas elétricas daqui
L: comequié??? xilofone?
H: XIXUXI?
Li: xixuxi... aksskakskjs
*olha pro relógio
vixe gente... tá tarde é melhor eu ir
Ne: vai lá
Li: *entrega um cartãozinho pra Nevaska
se vocês quiserem ir lá no hotel vocês podem, tem uma pessoinha lá pra ajudar vocês
;)
*sai da loja
Xi: meeee kanix é melhor a gente fechar também
Ka: verdade bora lá
Ne, H, L, P: *saem da loja
Ne: hotel forestvalley hm?
**veem um vulto preto andando
Ne: *olha atentamente pra ele e percebe um rosto familiar
??: *olhando pro lado procurando algo
Ne: ...
ei!
??: *olha pra eles revelando o rosto, de uma pessoa alta, meio magra mas musculosa *percebe-se, o shibaru olha pra eles e diz
sim?
Ne: é você!
Sh: poxa vida que coincidência né? *tira o gorro do casaco
achei que vocês iam tá numa missão agora
Ne: e estamos
o que você tá fazendo aqui?
Sh: bom, como você voltou eu resolvi tirar umas férias né?
relaxar, botar os pés pra cima, curtir um festival
eu sou humano também, não?
hahaha
H: a gente sabe o que você fez
Sh: o que eu fiz? como assim o que eu fiz?
Ne: a gente viu o corpo da Winry no chão, completamente morto
você não tem nenhum senso de humanidade não?
Sh: o que? o que.. como assim? a Winry, morta?
e como tá o Arthur
L: nao de faz de preocupado, a gente sabe que foi você
P: *olha atentamente pra ele
...
°-°
*fica parada observando
Ne: foi você, a gente tem todas as provas!
Sh: e quais são?
e quem é ela? *aponta com o olhar pra ponce
P: ... foi você...
Sh: ?
P: foi você que me botou naquela pirâmide!
Sh: voce deve tá se confundindo
H: para de fingir, óbvio que foi você
*pega o distintivo do shibaru e enrola num monte de papel
*joga nele
Sh: *segura, depois de bater na barriga dele
...
H: você matou a Winry depois que ela leu isso aí
Sh: ... ela tinha que aprender a cuidar da própria vida...
Ne: COMO É??
Sh: eu particularmente não gosto de deixar outras pessoas verem minhas coisas pessoais...
Ne: ENTÃO VOCE ADMITE QUE MATOU????
Sh: pra calar a boca dela? digamos que talvez
Ne: *avança num ataque de fúria e soca com tudo a barriga dele
Sh: *vai um pouco pra trás e fica parado com as mãos na barriga
*deixa o distintivo cair
ugh
*se ergue e olha pra Nevaska
Ne: seu... MEXILHÃOZINHO
*soca a cara dele e tenta dar outro soco nele
Sh: *segura Nevaska
u-uh guarda???
algum guarda? alguém?
socorro!
Hb: *passando por ali olha e vê os dois brigando
*corre e entra no meio
opa opa opa opa
que isso gente? calma aí..
Ne: como que eu vou ter calma pra um assassino???
*empurra hb
Hb: *quase cai no chão
*levanta meio sério
moça, e vocês vocês vem comigo
H: °°
Ne: hurrrrr
:l
Hb: *segura Nevaska
Ne: EI ME SOLTA
Hb: Clocks
Cl: *surge de trás de uma das casinhas
Hb: ah perfeito, clocks ce consegue levar esses caras aqui pra prisão enquanto eu converso com o senhor aqui?
Cl: *segura a Nevaska
L: ouououou qual foi a gente não vai ser presos não tá maluco????
Cl: *olha pra trás e vê um cara bem alto e forte passando
ei, gerbidal, por favor
Ge: qual o problema?
Cl: cuida desses guris aqui pra mim
Ne: ME LARGA LOGO SEU RELÓGIO
*tenta segurar os braços do clocks mesmo estando imobilizada
Cl: eu quero ver se você vai falar isso depois...
Ge: *carregando um em cada parte de um jeito indescritível
eae pra onde a gente leva essas caçamba véia?
Cl: me segue
*vão se distanciando
Hb: humph
senhor, pode me dizer o que acontece-
*olha pra trás
...
senhor?
...
...
*não tem ninguém...
No próximo do de Najiyu:
Najiyu Ep 9 Nós somos prisioneiros! Por enquanto
🕵️‍♂️
submitted by henrylore to Najiyu [link] [comments]


2020.09.08 02:12 mamedesmanu SOU BABACA POR QUERER TER UM POUCO DE PAZ?

Antes de falar, eu gostaria de ressaltar que minha mãe era bastante ausente por ter que trabalhar durante o dia e por isso meu pai passava a maior parte do tempo comigo, já que ele só trabalhava na parte da noite e não eram todos os dias.
Bem, em junho deste ano, meu pai faleceu de câncer. Ele ficou um ano inteiro lutando contra isso e todos aqui em casa, inclusive eu, ficamos arrasados, mas sempre tentamos ser o mais fortes possíveis para o meu pai saber que íamos passar por isso juntos. Minha mãe sempre ia com ele nas consultas e eu os levava de vez em quando depois que meu pai fez uma cirurgia para retirar o tumor. Eu passava os dias praticamente sozinha em casa, meu irmão chegava do trabalhos às 18:00, mas como ficava cada um no seu canto, a gente só se via na hora de comer algo ou quando precisamos perguntar algo um para o outro. Eu fazia as tarefas em casa para ajudar minha mãe e tentava deixar tudo do jeito que ela sempre queria/gostava. Eu e ela não temos uma relação muito boa. E esse é o ponto.
Todas as frustrações e coisas que aconteciam com ela, acabavam indo pra mim. Ela se estressava no trabalho e descontava em mim, brigando por coisas mínimas como não ter lavado uma colher que eu tinha acabado de usar ou por ter me esquecido de fazer um única coisa que ela tinha pedido. Isso sempre aconteceu e quando eu tentava me defender, ela dizia que era ela que tava trabalhando e que pagava as contas. Eu só teria moral de falar algo quando estivesse fora do teto dela. Isso também acontecia com minha irmã, mas por ela ser mais velha e ter conseguido o primeiro emprego bem mais rápido, ela pagava todas as coisas dela para não ter que escutar nada. E meu irmão nunca deu importância pra nada disso.
Eu tinha acabado de passar por momentos um pouco ruins na minha vida antes de perder meu pai. E quando ele morreu, tudo desmoronou. Eu não via sentido em quase nada e ainda to bem abalada com tudo. Eu só estou buscando paz. Mas minha mãe quer controlar tudo na minha vida. Eu não sou muito sociável e por isso tento me esforçar pra ser, ainda mais na internet. Mas eu não posso arrumar amigos fora da igreja porque para minha mãe, eles só irão ter uma influência negativa na minha vida por serem do “mundo”. E isso me faz ter que me incluir numa bolha que eu não me sinto confortável, eu não me sinto bem sendo forçada a ir na igreja, a fazer coisas que não fazem sentido para mim. Eu não me sinto confortável dentro da minha própria casa.
Estou planejando me mudar faz uns meses e estou apenas tentando conseguir outro emprego para que tudo comece a dar certo e eu consiga sair daqui. Mas toda as vezes que eu menciono o assunto de morar sozinha ou apenas viajar sozinha, ela diz que eu não posso fazer isso, mesmo sendo eu mesma quem vai pagar tudo. Que eu tenho que guardar dinheiro para casar, que eu vou sair de casa apenas quando casar. Diz que a pior decisão da minha vida vai ser isso e que eu não posso deixar ela sozinha já que minha irmã casou e foi para outro estado. Que eu tenho que cuidar dela e ficar aqui pra ela. Sendo que ela mesma nunca me apoiou emocionalmente quando eu mais precisava. Eu sei que ela ficou arrasada com tudo isso, mas eu fiquei tanto quanto ela. Sou babaca por querer sair de casa e poder ficar em paz bum lugar que eu me sinta em casa e bem?
Me desculpem pelo tamanho da história e também por qualquer erro na hora de digitar.
submitted by mamedesmanu to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.02 21:22 Isquilu_Dechu Você vai enfiar o dedo no c* ou acabou.

Say hi Luba, cats, editores maravilindos, papelões cujo a vida se foi, amável convidado e turma que acompanha a pior experiência que eu tive na época dos meus 15 anos.
Resumindo: Essa é minha experiência com um cara extremamente paranóico e controlador. Info: Na época eu tinha 15 e esse cara 22.
Bem, eu estava plena no Facebook, em um grupo de Otakus onde eu fazia alguns posts, em um desses aparece um cara comentando algo engraçado e começo a conversar com ele. Falou que se eu concordava com aquilo eu era pra casar e tal, tempo vai e vem, me apaixonei pelo bendito devido minha carência extrema, começamos a ter um rolo, tendo umas conversinhas, até que ele começa a pedir umas fotos diferenciadas, mesmo com receio mando. Ele começa a me elogiar bastante, admira meu corpo como se eu fosse uma deusa ou a garota mais bela que ele já viu na vida, minha auto-estima se elevou bastante já que sentia nojo e vergonha do meu corpo, comecei a ver que minhas roupas ficavam incríveis em mim e o mais importante, eu comecei a amar a mim mesma.
Só que um dia, ele simplismente termina tudo, porquê a ex dele havia entrado em estado de depressão e tentou cometer suicídio, falou que poderíamos ser amigos e eu aceitei, afinal, ainda estava apaixonada. Tempo vai e vêm, ele continua com a guria mas sempre vinha falava dos problemas entre eles pra mim, e de como a família dele odiava ela. Logo, ele voltou a jogar asa pra mim, falando o quão perfeita eu era e que alguém jamais poderia se comparar a mim, joguei logo na cara que nunca ia me envolver com ele por causa da guria, não faça pros outros o que não querem que façam com você, após isso, ele explodiu, falando que só estava com ela pra ela não se matar e que ele amava unicamente a mim.
Depois disso, nossa ligação se quebrou um pouco e eu já não tinha mais vontade de contatar ele. Dias depois ele surge, falando que ela o largou para voltar com um ex. Ele tava inconformado ouvindo música de corno e bebendo, até que ele solta:
"Agora a gente tá namorando, você é MINHA namorada agora" Eu comecei a rir da cara dele, afinal, ele estava bebendo, então só disse: " Tá bom kkkkk"
No outro dia ele sequer tocou no assunto, logo, tive certeza que era palhaçada. Numa conversa, minha amiga disse que tinha um guri, amigo do namorado dela, que tinha se interessado por mim. Eu SOLTEIRA, aceitei ela dar meu número pra ele e começamos a conversar, a conversa se resumia na gente jogando asa um pro outro e combinando de ir tomar sorvete qualquer dia. Até que o Benedito do meu "namorado" questiona o que estou fazendo, e mando um print da conversa pela nossa intimidade.
Ele surta, começa a me humilhar, falando que sabia que eu era uma v#dia como as outras, que só me importava com sexo. Eu fiquei chocada com a mudança repentina de caráter, senti medo, comecei a me desculpar, ele me manipulou a um ponto que fez com que eu mesma começasse a me chamar de v#dia entre as lágrimas. Então ele diz, que se eu obedecer uma ordem dele, ele me perdoaria e tudo continuaria como se nada tivesse acontecido. Concordo na hora até que leio a seguinte frase:
"Você vai ter que me enviar um vídeo se masturbando pelo ânus até sangrar, para eu ver o quão arrependida está"
Na mesma hora eu gelo, me questionando se essa pessoa era a mesma que tinha dado risadas comigo e me tratado com tanto carinho.
Na mesma hora eu nego e o bloqueio.
Após aquilo eu começo a repensar em toda a relação que vivemos até aquele ponto, e me dou conta.
Eu havia sido completamente manipulada.
É isso lubixco e turma, na época isso se tornou um trauma, mas hoje meu mental já é mais forte e não caio nisso com facilidade.
Não tenho nenhum print, já que me sentia extremamente mal de guardar aquilo em qualquer app.
Edit: Mesmo após o bloqueio ele me mandou mensagens pelo Messenger falando que a ex dele já tinha feito o mesmo alegando que era apenas um vídeo e que eu deveria enviar outra coisa, um vídeo tomando banho.
submitted by Isquilu_Dechu to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.01 23:57 jorgecostabarbosa É errado eu ficar puto?

Amo meu primo. Ele se apaixonou, namorou 1 ano, vai casar e eu sou o padrinho. Ele fez parceria com o salão de festas e a igreja em março, no ápice da Pandemia pra ganhar desconto, e o casamento é amanhã. Até aí tudo bem...
Já tô meio puto porque sou contra a aglomeração e os riscos do casamento, mas vou sem problemas. Agora, descobri hoje que todos os padrinhos pagaram 80$ pra alugar a roupa e eu paguei 250$ na mesma loja pra alugar a mesma roupa! Ao que parece, ele combinou com todo mundo uma promoção especial, menos eu e outro padrinho. Esse outro padrinho pagou 120$ e eu 250$.
Qual é a porra do critério dessa loja?
Eu sou a pessoa mais afastada da família, quase não falo com ninguém. Minha namorada já disse que não vai no casamento porque ela trabalha e mora há 60 km de distância, minha mãe não vai nem meu padrasto. Eu vou ficar super isolado e sozinho, ficando atoa.
Outra coisa, ele pegou o presente de todos os padrinhos menos o meu. Pelo menos ele podia tere mandado um whatsapp, sei lá. Eu não entendo nada de casamento. Não é o noivo que corre atrás dessas coisas e fala com todo mundo? Eu já me sinto naturalmente distante e tô me sentindo mais distante ainda. É a sensação que ficou.
Comprei um presente bacaninha pra ele, fui um dos primeiros padrinhos a comprar, ele até agr (avisado) nem veio buscar, e não tem como eu ir na casa dele no momento por causa do trabalho.
Além disso, ele veio aqui entregar os convites e depois veio pedir o convite da minha mãe de volta pra dar pra outra pessoa, só pq ela não ia (ela não deu ctz pra ele, mas aí depois disso ela confirmou que não ia de jeito nenhum).
Como eu sou novo, tenho 23 anos e n entendo nada disso, peço a opinião de pessoas que entendem disso. O que vcs acham dessa situação?
submitted by jorgecostabarbosa to desabafos [link] [comments]


2020.09.01 01:04 zaidgmzanz Ex tóxica se vuelva Karen y me rompe la nariz(alguien hagame una limpia para quitarme la mala suerte por favor :"( .

Bueno, esto me pasó hoy en la mañana Contexto, soy un subgerente de una tienda, y hoy tuve que ir, los que ya vieron mi historia de:Karen casi me hace la moricion por unas compras,sabrán que no puedo caminar bien, sin embargo si puedo caminar con un bastón, tengo 2 descansos por mi situacion.
Elenco: Yo:yo J:jefe G:guardia de seguridad E:enfermera K:Karen H:hijo de Karen
Bueno, yo como siempre tenía que llegar temprano, así que eso hice, y a la hora de mi descanso me puse a desayunar y a leer historias de redit, cómo la de mi compadre El_lectorXD, y en eso un niño ser me acerca y me dise
H:hola
Yo:hola pequeño
H:ollé, no eres el niño (nombre cualquiera)
Yo:si, que se te ofrece
No se me hizo raro que el niño supiera mi nombre ya que tenía mi gafete a la cita y el niño se veía de 9 o 10 años, así que solo creí que leyó mi nombre en el gafete
H:a es que mi mamá te busca,
Se me hizo algo extraño en ese momento pero supuse que buscaba un empleado, así que fui, desearía haber ignorado al niño y seguir mi día, pero no ahí voy de necio
Llegó con la señora y le digo
Yo:hola señorita se le ofrece algo
K:si de hecho quiero hablar con Tigo
Supuse que algo malo había pasado,
Yo:si que desea
K:Ya deberías saber que quiero
Yo:lo siento señorita pero no sé que es lo que quiere
K:ya (nombre de su agrado) no te hagas inb**cil
Yo:lo siento señorita no se a que se refiere y no me falte al respeto o llamaré a seguridad
K:QUE ACASO NO ME RECONOSES O QUE
Yo seguía muy confundido ya que no la conocía de nada
Yo:lo siento señora pero no sé quién es usted
K:soy (nombre de su agrado) y ya sabes de qué quiero hablar
Yo me quedé sorprendido ya que no se paresia a la chica que yo conocí Esta mujer era una "amiga" que tuve en la infancia y siempre me llevaba comida, pero ella se me declaro y la rechasé, y de alguna manera se enteró que estoy siendo novio de Nadia, he de desir que mi novia que es Nadia nunca se llevó bien con esta chamaca, ella era una bully y molestaba a Nadia por ser adoptada,pero en fin
Yo:perdón (nombre de su agrado) no te reconosi
K:deja de hablar y escucha pesado de m*rda traidor,cómo es que no me escogiste a mí que siempre te di lo que quise, y escogiste a la niña de la calle de Nadia, ni padres reales tiene y es demasiado miedosa, deberías estar con alguien valiente que no le tiene miedo a nada, cómo...
Yo:como tú ibas a desir?
K:de hecho si, que dises, dejas a la niña pobretona y miedosa por mi
Yo:por supuesto que no, y no te atrevas a insultarla o incluso a hacercarte a mi
En eso llega su hijo y le dise
H:mamá, ya me conseguiste papá nuevo
Y yo me quede con cara de WTF, que rayos está pasando aquí
Y ella dise
K:tranquilo hijito, ya casi
Me di cuenta que ella se había convertido en una Karen Y yo en mi mente dije: fuck, ya esto soberanamente jo**ido
Yo le dije
Yo: disculpa pero que quisieron desir
K:que no es obvio vas a hacer mi nuevo esposo
Yo (sarcásticamente):espera, nuevo esposo, y que paso con el anterior
Ella dise enojada
K:que te importa si me abandono después de que naciera H
Yo:bueno lamento eso pero no me voy a casar con Tigo, de hecho me pienso casar con Nadia
Ella me da un golpe en la nariz, rompiendomela y dise
K:COMO QUE TE BAS A CASAR CON ESA PTA PRRA INUTIL Y MIEDOSA,
en eso llega mi jefe y le dise
J:que pasó aquí,
El ya había visto que está señora me había estado agrediendo y se puso atento también llamo a seguridad,
K:mire señor, este empleado ordinario me quiso robar y secuestrar a mi hijo y también...
Mi jefe la interrumpe y le dise
J:en primera el es el subgerente de este lugar, y en segunda sabe que en esa pared hay una cámara con micrófono
Ella se empalidese y se lleva a su hijo a la salida pero el guardia la detiene y le dise
G:alto señora, a donde cree que va
K:mire y...
G:antes de que diga otra cosa mi jefe me informo que usted ha dado problemas y golpeo a uno de los empleados,
El guardia la detiene y llama a los policias, y llega una enfermera a ayudarme
E:hay jefe que le pasó
Yo le explicó todo mientras ella me pone un aparato extraño en la nariz
E:ya jefe, déjese esto hasta que se valla a su casa
Yo solo dije,
Yo:grasias
Y pues ya tengo una historia para contarle a mi novia, Edit: pasense a ver la historia de El_lectorXD que también habla de karens salvajes, acción, diversión, tristeza, y más. Fin por hoy
:3
Edit 2: espero que esto lo saqué historias inusuales para una nueva sección, ex tóxicos o algo así, me gustaría una sección así.
submitted by zaidgmzanz to padresconderecho [link] [comments]


2020.08.30 19:53 HairlessButtcrack Portugueses nos Estados Unidos como é que conseguiram o visto ou residência permanente?

Eu tenho uma namorada americana e ela quer vir para cá mas feitas as contas com o custo de vida vs ordenado - renda de casa que teríamos de pagar é nos impossível de viver cá.
Eu sei que a melhor opção é casar mas não estamos confortáveis com a ideia, não nos importamos com a união de facto mas tanto quanto sei isso não é uma coisa nos Estados Unidos.
Sei também que neste não me é possível ir para lá mas gostava de saber as minhas opções quando for.
submitted by HairlessButtcrack to PortugalLaFora [link] [comments]


2020.08.30 01:25 Maru3792648 Como casar a una persona con covid? (El sueño de mi viejo)

Hola Reddit! Creo que mi pregunta no tiene solucion favorable pero no se pierde nada con preguntar.
Mi papa tiene 80 y esta en el hospital muy grave con covid. Aun esta consciente pero esta aislado.
Su sueño antes de morirse era volverse a casar con mi mama (se separaron hace 20 años pero siempre siguieron cerca).
Tenemos un certificado de un escribano para pedir el tramite urgente en el hospital, pero como esta aislado aqui viene mi pregunta:
Habra algun juez de paz que acepte ir al hospital pero obviamente no entrar a la sala de covid, sino que le alcance un ipad a la enfermera o algo asi?
O no se le puede pagar un traje de esos tipo pelicula de epidemia para no comprometer la salud del juez de paz?
Se que es jodido pero me encantaria darle una ultima alegria al viejo ya que es muy probable que no sobreviva.
Estoy literalmente desesperada... si a alguien se le ocurre algo, todas las ideas son bienvenidas!
submitted by Maru3792648 to argentina [link] [comments]


2020.08.28 08:34 therealfatumbot Randonaut Trip Report from Delegación Tlalpan, Ciudad de México (Mexico)

Anomalía dirigida por intención encontrada V-B52AC849 (19.314729 -99.153255) Tipo: Vacío Radio: 92m Poder: 4.38 Rodamiento: 2414m / 151.2° puntaje z: -4.17
Report: solo es una unidad habitacional en construccion nada de lo ordinario
First point what3words address: pinta.seriedad.casar Google Maps Google Earth
Intent set: ir de visita RNG: Temporal Artifact(s) collected? No Was a 'wow and astounding' trip? No

Trip Ratings

Meaningfulness: Sin sentido Emotional: desepcion Importance: Pérdida de tiempo Strangeness: Nada Synchronicity: Nada
b2799811d95609bfabba59dc33e76e7f255ac1f4fa7a037b5f2d9d835b3f5619 B52AC849 dd81021753fd85b1f3e072910053dd2bba9033be30a17e1fa511af82c5295116
submitted by therealfatumbot to randonaut_reports [link] [comments]


2020.08.26 10:25 BaldAndPoor Duvida sobre IRS em conjunto

Bom-dia. Vivo com a minha namorada desde janeiro de 2020 e gostava de poder fazer o IRS em conjunto com ela no próximo ano. Pelo que pesquisei e encontrei, entendi que teria de viver com ela 2 anos antes de conseguir fazer em conjunto. Alguém sabe se existe outra maneira de acelerar este processo? (Que não seja casar).
Isto ia-me beneficiar visto que ela ganha somente o ordenado mínimo, o que suponho que me ajudaria a receber mais de reembolso por podermos declarar mais despesas.
Obrigado desde já.
submitted by BaldAndPoor to financaspessoaispt [link] [comments]


2020.08.24 19:03 Huilk100 ME ENFRENTE A DOS KARENS POR MI CUENTA DE REDDIT

Como sabrán publique dos historias que me pasaron hace relativamente poco, uno de mi pc y la otra de cuando me obligaron a ser novio de una chica, elenco: Yo, sexy youtuber, sigo soltero lpm MD 1: Karen de la primera historia MD 2: Karen de la segunda historia Empezamos: Estaba ayer después de publicar la historia y me llega una llamada, era MD 2: MD: BORRA ESA HISTORIA YA MISMO O TE DENUNCIARE POR DIFAMACIÓN, PEQUEÑO HIJO DE PU** Yo: señora si no le gusta que la exponga le doy dos opciones: uno puede quejarse en mi Reddit o dos CAMBIE SU ACTITUD. Le colgué y me fui a descansar, pero al rato me pidió el número de MD 1, se lo pedí a mi amigo y se lo pase diciendo que no me molestase mas, al rato me vuelve a llamar pero esta vez viene con MD 1 y MD 2: MD 1: BORRA LA HISTORIA O TE DEMANDAMOS POR DIFAMACIÓN FALSA MD 2: YA LA ESCUCHASTE PU** NENITO, Y DE PASO QUIERO QUE TE CASES CON MI HIJA!!!! Yo: ESTAN LOCAS, TENGO 13, NO ME VOY A CASAR CON ALGUIEN A QUIEN NO AMO Y NO VOY A BORRAR LAS HISTORIAS, SI ME VUELVEN A MOLESTAR LAS VOY A DENUNCIAR POR ACOSO, VÁYANSE A LA MIERD* MD 2: VAS A SER EL ESPOSO DE MI HIJA LO QUIERAS O NO, YA ELLA ME DIJO TU DIRECCIÓN Y VOY IR PARA QUE TE CASES CON ELLA MD 1: Y QUIERO TU PC TAMBIÉN Yo: (que estaba hasta las bolas con todo este tema y decidí ponerle fin a esta "historia") SI LLEGAN A VENIR A MI CASA O A TOCAR MI PC QUE ME COSTO UN AÑO CONSEGUIR LES JURO QUE LLAMO A LA POLICIA, RADIO, AUTORIDAD Y TODO LO QUE SE IMAGINEN PARA QUE VENGAN A BUSCARLAS Y SI NO ES SUFICIENTE VOY A IR YO MISMO A ARRESTARLAS ¿¡ENTENDIERON!? En ese momento colgué y no me llamaron, es más para que no me vuelvan a joder las bloquee, y acá termina la saga de las Karens Moraleja: SAQUENME DE LATINOAMERICA PORFAVOOOOOOOOR
submitted by Huilk100 to padresconderecho [link] [comments]


2020.08.22 03:24 frdnt A estrada para a Vila Acidentada

O texto abaixo é uma tradução de um artigo originalmente publicado no blog de Cantuse. Ele é o 9º texto de uma série de teorias que ele chama de “O Manifesto”.
O MANIFESTO : VOLUME II, CAPÍTULO I
O volume anterior [deste manifesto] não mediu esforços para estabelecer que Stannis, Melisandre e Mance conspiraram para resgatar Arya Stark.
Os detalhes desse resgate foram, até agora, vagos. O Volume II do Mannifesto visa detalhar precisamente a totalidade das jornadas de Mance ao longo de A Dança dos Dragões e além.
Sabemos que Mance primeiro deixou Jon com o objetivo declarado de resgatar Arya Stark. No entanto, o Volume I mostrou com detalhes meticulosos que o resgate também era necessário para ajudar Stannis.
Após o último encontro de Jon com Mance no capítulo de Melisandre, não o vemos novamente até o capítulo O Príncipe de Winterfell no castelo dos Stark.
O que aconteceu entre esses dois períodos?
Responder a esta pergunta requer uma análise detalhada das razões para Mance estar em Castelo Negro e qual era seu objetivo imediato ao partir. Para esses fins, este verbete do Manifesto afirma os seguintes pontos:
DEIXADO PARA TRÁS
Em Jon IV de A Dança dos Dragões, Stannis declara que está dando Camisa de Chocalho a Jon Snow. Por quê?
Afinal, Jon imediatamente declara que não tem uso para Camisa de Chocalho alegando que ele os trairá e retornará aos selvagens ou que outros membros da Patrulha da Noite irão matá-lo.
Mesmo assim, Stannis não muda de postura e deixa Camisa de Chocalho com Jon.
Por mais enigmático que pareça, explicar as razões para deixar Camisa de Chocalho em Castelo Negro é surpreendentemente simples - principalmente quando você compreende que Mance e Stannis conspiraram juntos.
A grande questão
Há uma grande questão que paira sobre tudo até agora dito em relação a Mance e Stannis:
Por que Stannis intencionalmente deixou Mance para trás?
Já mostrei que o plano quase certamente consistia em Mance se infiltrar no casamento e sequestrar Arya. Mas isso por si só não requer que Mance permaneça em Castelo Negro. Ele poderia ir para qualquer lugar, até mesmo com o próprio Stannis, se desejasse.
Qual foi então a razão para deixar Mance em Castelo Negro?
Outro Enigma
Antes de Stannis deixar Castelo Negro, ele tinha planejado originalmente levar os Thenns com ele. Eles deveriam ser sua vanguarda.
No entanto, Jon convence Stannis a deixá-los para trás.
Mais tarde descobrimos que os Thenns foram subsequentemente movidos para Vila Toupeira junto com todos os outros selvagens (ADWD, Jon V). Na verdade, eles foram rebaixados a serem iguais a estes colegas.
O que levanta questões importantes:
Por que Camisa de Chocalho não foi rebaixado da mesma forma?
Por que ele foi especificamente dado a Jon, como uma sumidade única entre os selvagens?
Quando você pensa sobre isso, parece que Stannis quer que Mance esteja o mais próximo possível de Jon.
Antes do Anúncio
Dado que Melisandre teve sua visão da garota cinza antes de Stannis partir para Bosque Profundo, isso significa que os conspiradores (Melisandre, Mance e Stannis) sabiam sobre o casamento antes mesmo de os anúncios terem sido enviados.
NOTA: Alternativamente, eles poderiam ter ficado sabendo através do serviço de “inteligência” de Arnolf Karstark.
Agora, aqui está o detalhe importante: eles não sabiam onde o casamento seria realizado.

As hipóteses

Isso nos traz às minhas hipóteses:
  1. Mance foi deixado para trás porque o local do casamento não fora confirmado ou era desconhecido.
  2. Arranjos foram feitos para que Mance fosse rapidamente informado do local do casamento assim que fosse conhecido.
Isso é bastante convincente quando você pensa a respeito. Mance precisaria estar em um lugar que pudesse receber mensagens para saber o local do casamento. Se ele estivesse viajando com um exército, não teria sido capaz de obter essa informação em tempo hábil.
Além disso, permite que ele viaje como uma 'unidade' à parte dos exércitos de Stannis.
Claro, essa hipótese não seria nada sem evidências e raciocínio válido.
O LOCAL É A CHAVE
A descoberta do local do casamento é simples. Explicar alguns dos detalhes do pano de fundo não é.
Pressão do Grupo
Pra começar, Jon recebe um 'anúncio de casamento' de Ramsay (ADWD, Jon VI) . Ele lê na presença de Mance (disfarçado de Camisa de Chocalho) e até lê o conteúdo em voz alta. Ele diz especificamente que o casamento será em Vila Acidentada.
Jon não conta a ninguém sobre esta carta ou seu conteúdo, mas Melisandre o confronta naquela mesma noite, tentando obter sua permissão para 'salvar sua irmã'. Só podemos supor que Mance contou a ela sobre a carta e foi isso que a levou a se aproximar, principalmente quando você nota que Melisandre não falava em privado com Jon desde o início do livro.
A observação é clara:
Já posso ouvir suas perguntas e objeções:
Não é um tanto presunçoso pensar que Mance iria apenas coincidentemente descobrir a localização do casamento ao ouvi-lo por acaso de Jon?
Parece improvável ou ao menos pouco seguro supor que um 'convite de casamento' seria enviado a Castelo Negro.
* * *
Escalando janelas
Tenho certeza de que Mance descobriria o local do casamento pelas cartas de Jon de uma forma ou de outra.
Acredito que ele planejava descobrir o local do casamento escalando os aposentos de Jon e lendo as cartas deixadas em sua mesa. Foi um acaso Mance ter ouvido Jon lendo a carta.
Mance até sugere isso de uma forma indireta:
– Eu poderia visitar você tão facilmente, meu senhor. Aqueles guardas em sua porta são uma piada de mau gosto. Um homem que escalou a Muralha meia centena de vezes pode subir em uma janela com bastante facilidade. Mas o que de bom viria de sua morte? Os corvos apenas escolheriam alguém pior.
(ADWD, Melisandre)
Ele basicamente diz que se ele escalasse a janela de Jon não seria para matá-lo.
* * *
É claro que isso não é uma prova concreta. Mas lembre-se de que as evidências até agora indicam fortemente que Mance, Melisandre e Stannis estavam em conluio. É quase óbvio que a carta de Jon foi o que motivou a “missão” de Melisandre e Mance.
Se Jon não tivesse lido a carta em voz alta, Mance teria sido obrigado a lê-la por algum outro meio . E a única maneira viável de fazer isso seria subir em sua janela.

UM CONVITE IMPROVÁVEL

Como demonstrei, a ideia de que Mance pudesse esperar por um convite (ou similar) contendo o local do casamento parece carregada de incerteza.
Abordei a logística de como Mance ficaria sabendo do local do casamento. Mas depende da certeza de que Jon receberia um convite em primeiro lugar: uma suposição bastante duvidosa.
Por que os Boltons enviariam um convite para Jon?
Por que Stannis, Mance e os demais estariam tão certos de que Jon receberia um?
Isso não faz sentido
Quando você pensa sobre isso, realmente não faz sentido enviar um convite para o casamento a Jon:
No entanto, apesar de todos os motivos para não fazê-lo, Jon recebe um convite.
Por quê?
O convite de Jon nem mesmo faz sentido por causa de uma passagem específica nele:
Jon não viu motivo para não contar.
– Fosso Cailin caiu. Os cadáveres esfolados dos homens de ferro foram pregados em postes ao longo da estrada do rei. Roose Bolton convoca todos os senhores leais para Vila Acidentada, para confirmar a lealdade ao Trono de Ferro e celebrar o casamento de seu filho com... – seu coração pareceu parar por um momento.
(ADWD, Jon VI)
Jon não é um lorde (sim, ele é Lorde Comandante, mas não é a mesma coisa), nem sua lealdade é relevante para seu trabalho.
Caro Senhor ou Dama
Se você der um passo para trás e refletir bem, a carta parece que poderia ter sido endereçada a outra pessoa.
Além disso, a carta foi escrita com sangue, e o sangue está descascando:
A tinta marrom se desfez em pedaços quando Jon passou o polegar sobre ela.
(ADWD, Jon VI)
Asha recebe uma carta semelhante, também escrita com sangue. O sangue não está descascando no dela.
Isso sugere que a carta de Jon talvez seja mais antiga.
Isso nos leva à minha teoria:
Mors Crowfood encaminhou seu convite para Jon.
Está claro tanto em A Dança dos Dragões quanto nos capítulos liberados de Os Ventos do Inverno que Mors estava conspirando com Mance em Winterfell. Eu exploro e sintetizo o relacionamento deles no próximo ensaio, Uma Aliança de Gigantes e Reis.
Mors estava aparentemente tão envolvido na missão de Mance quanto qualquer outra pessoa.
Faz sentido que ele encaminhe seu convite com base no fato de que ele sabe que é o que Mance precisa.
Nenhuma outra explicação viável parece estar disponível, pelo menos nenhuma que faça tanto sentido.
Tendo explicado a logística por trás do que desencadeou a missão de Mance, podemos passar aos detalhes da jornada de Mance a Vila Acidentada.

O BARDO DE VILA ACIDENTADA

O convite de casamento original recebido por Jon indicava que o casamento seria em Vila Acidentada, mas não vemos Mance / Abel até que Theon chegue em Winterfell.
Então o que aconteceu?
Mance viajou diretamente para Winterfell? Ou para Vila Acidentada*?*
Colocando de forma clara, Mance viajou primeiro para Vila Acidentada. Isso não é apenas coerente com a teoria montada até agora, mas dá sentido a algumas coisas.
Cavalos Velozes
Primeiro, Mance pede especificamente bons cavalos:
– Precisarei de cavalos. Meia dúzia dos bons. E isso não é algo que eu possa fazer sozinho. Algumas das esposas de lança encurraladas na Vila Toupeira devem servir. Mulheres podem ser melhores para isso. A garota vai confiar mais nelas, e elas me ajudarão com certo estratagema que tenho em mente.
(ADWD, Melisandre)
Ele poderia ter pedido simplesmente cavalos sem precisar esclarecer os que são bons. Essa pequena adição implica que ele planeja uma cavalgada com afinco.
Uma janela de oportunidade
Em segundo lugar, há uma quantidade considerável de tempo disponível para Mance e suas esposas fazerem a viagem:
Os homens haviam estado dezesseis dias na caçada […].
(ADWD, Fedor III)
Isso se refere à quantidade de tempo que Ramsay gastou rastreando os Freys desaparecidos. Isso significa que os convites já foram enviados há algum tempo. Havia três semanas ou mais para Mance fazer a viagem.
Uma pista sutil
Por todas as aparências externas, no entanto, não há evidências de que Mance realmente tenha chegado a Vila Acidentada.
Ou será que existe?
Há um trecho sutil e facilmente esquecido que poderia ser o murmúrio de uma pista. Quando Theon e Roose Bolton estão cavalgando por Vila Acidentada, Theon faz a seguinte observação:
Passaram por um estábulo e por uma pousada fechada, com um feixe de trigo pintado na placa. Fedor ouviu música através das janelas.
(ADWD, Fedor III)
Esta é uma pousada entre o salão de Harwood Stout e o da Senhora Dustin em Vila Acidentada. A música indica que algum menestrel ou trupe de menestréis deve estar tocando. Não há indicação de que haja homens Frey ou Manderly na vila (provavelmente acampados fora do perímetro da vila). Em qualquer caso, este é o tipo de pousada que você suspeitaria que os viajantes frequentassem. Além disso, os estábulos também são atraentes, visto que Mance estava viajando a cavalo.
Uma vez que sabemos que Mance partiu para Vila Acidentada e sabemos que ele teve tempo suficiente para fazer a viagem, devemos concluir que ele está em algum lugar por lá. Para ele em particular, faz bastante sentido chegar cedo por vários motivos:
Deve-se observar que, mesmo que você discorde que a citação significa que Mance está naquela taverna, temos todos os motivos para acreditar que Mance teria visitado Vila Acidentada. E com isso em mente, suas opções ainda seriam as mesmas descritas aqui.

COLETA DE INFORMAÇÕES

Observando o conhecimento a que Mance está exposto em Vila Acidentada, devemos ser capazes de estimar que tipo de conhecimento ou inteligência ele pode ter reunido.
Despensa Stout
Bem, uma coisa que quase certamente pode haver rumores em Vila Acidentada é que Harwood Stout está ficando sem comida por causa da gula de Ramsay. O texto ainda aponta que esses fatos estão sendo revelados pelos próprios servos de Stout:
Seu anfitrião, um grisalho senhor menor de um braço só, chamado Harwood Stout, sabia que era melhor não negar seu pedido, embora suas despensas devessem estar bem perto de se esvaziar. Fedor ouvira os servos de Stout murmurando sobre como o Bastardo e seus homens estavam comendo todo o estoque de inverno.
– Ele vai se casar com a filhinha de Lorde Eddard, dizem – a cozinheira de Stout reclamou, sem perceber que Fedor estava ouvindo –, mas é a gente que ele vai foder quando a neve começar, escrevam minhas palavras.
(ADWD, Fedor III)
Portanto, isso indicaria que Stout está ciente de um futuro sombrio para sua casa, sua família, seu povo - a menos que ele possa encontrar reabastecimento em algum lugar. Sabemos que Ramsay tem abusado de seu anfitrião de outras maneiras, como permitir que seus cães matem os cães de Stout. É muito provável que Stout odeie Ramsay.
O valor de tal inteligência não é claro, mas ainda é uma parcela de conhecimento que pode ser útil mais tarde.
Ódio de Dustin
O simples fato de que Ramsay está hospedado no salão de Stout já revela muito sobre política. Lembre-se de que Mance estava presente no conselho de guerra de Stannis (ADWD, Jon IV), onde Jon apontou que os Dustins e Ryswells estavam ligados aos Boltons pelo casamento.
A observação de que Ramsay não é bem-vindo no salão da Senhora Dustin sugere fortemente que sua lealdade a Roose Bolton não se estende ao próprio Ramsay. Outro fato útil.
Os Freys Desaparecidos
Ramsay diz que perguntou sobre os Freys desaparecidos em cada aldeia e fortaleza que eles encontraram.
Seria razoável que Mance soubesse disso no caminho para Vila Acidentada, ou que o boato estivesse circulando quando ele chegou à pousada em Vila Acidentada.
***
Como você pode ver, isso dá a Mance uma vantagem em diferentes maneiras de explorar as várias tensões dentro das forças de Bolton.
Em particular, ele sabe que os Freys e Manderlys têm objetivos opostos, e que Stout e Dustin desprezam Ramsay.

CONCLUSÕES

Sabemos que o casamento de Ramsay foi transferido para Winterfell. Também sabemos que Mance também foi para Winterfell e se infiltrou se passando por um trovador viajante e sua “família".
No entanto, este olhar sobre as atividades de Mance em Vila Acidentada mostra que ele teve uma compreensão muito boa da dinâmica da política em jogo antes mesmo de chegar, conhecendo como colocar as casas umas contra as outras.
Também é possível (mas não confirmado) que Mance pode até mesmo ter feito um acordo com um dos senhores presentes em Vila Acidentada naquela época.
***
Esta entrada no Mannifesto nos diz tudo o que acontece a Mance antes de chegar a Winterfell, exceto por uma questão gritante:
Mance encontrou Mors “Crowfood” Umber em seu caminho até Vila Acidentada
O encontro desses dois idealizadores é fundamental para os planos de Mance em Winterfell. A razão de eu atrasar a discussão sobre Mors Crowfood é porque é mais fácil entender os argumentos que vou apresentar se eu os relacionar aos vários eventos em Winterfell ocorridos depois da chegada de Mance.
Para continuar lendo o Manifesto e aprender sobre a relação entre Mance e Mors, vá para Uma Aliança de Gigantes e Reis.
submitted by frdnt to Valiria [link] [comments]


2020.08.19 19:50 anonima-sua-amiga Fui babaca por contar a minha tia que seu marido a traia e me assediava no dia de seu aniversário de casamento?

Oi Luba, editores, possível convidado, gatas e turma que está a ver.
*aviso, essa história ocorreu a 2 anos atrás, quando estava com 12 anos (hoje estou com 14), e também me desculpe pela história gigante, eu quando escrevo qualquer coisa gosto de deixar todos os detalhes*

Eu sempre fui mais próxima da família do meu pai do que da família da minha mãe (nós só nos vemos em datas comemorativas ou em feriados), então eu tinha mais contato com a minha tia, meu primo e meu tio. Minha tia é médica e trabalha muito, então vejo ela com menos frequência, meu tio é policial que trabalha em outra cidade em monitoramento nas estradas, então eu o vejo raramente. Meus tios se casaram por conta do meu primo, porque minha tia engravidou dele e na época ela teve que se casar com meu tio para não dar algum B.O. na justiça (não sei muito bem sobre essas coisas, mas só sei que ela teve que se casar com meu tio por causa do meu primo), na época ela não sentia nada pelo meu tio, e ele igualmente por ela, mas acho que com o tempo eles começaram a se gostar. Desde muito nova meu tio adorava me dar doces e eu como uma bela criança aceitava porque não existe outra coisa que criança mais gosta além de doce; e com os doces que ele me dava, eu comia, brincava, e quando me sentava ele começava a fazer carinho em mim. Na época eu não me importava porque não sabia, mas ele sempre fazia 'carinho' perto dos meus seios e bunda, mas ele fazia de um jeito que me desse sono, então eu não reclamava, já que sempre dormia. Ele também sempre quis ter uma filha, então quando eu ia na casa dos meus tios e eu ficava vendo meu primo jogar videogame (já que eu gosto mais de assistir do que jogar em si), ele sempre ia pro quarto onde estávamos, ficava deitado perto de mim, fazendo carinhos naqueles lugares, sempre dando mais atenção pra mim do que seu próprio filho. Meu primo não sei dizer, não sabia se ele não via ou simplesmente não se importava, porque ele em nenhum momento soube disso. A dois anos atrás, minha tia resolveu fazer um encontrinho entre família e alguns amigos dos meus tios para poder comemorar seu aniversário de casamento pela primeira vez (já que ela nunca comemorava), e me chamou, assim como meus pais, mas eles não podiam pois no dia estavam atolados com trabalho, então fui eu junto da minha avó. A festa correu bem, eu ficava perto dos salgadinhos e as vezes conversava com meu primo, até que chegou a hora de eles fazerem uma reunião entre meus tios. Teve bastantes declarações entre eles e essas coisas fofinhas, até que quando estava prestes a acabar a reunião, eu sai pra poder ir ao banheiro e quando estava voltando para o local, eu sinto alguém me puxar, me oferecendo um doce (não é preciso ser um gênio pra saber que era meu tio). Eu, que nessa época tinha acabado de descobrir sobre assédio e essas coisas (já que meus pais trabalham o dia inteiro e não tinham tempo pra me explicar sobre isso e a minha avó que achava que era melhor meus pais falarem sobre isso comigo e não ela, eu antes disso tudo tinha descobrido o que era assédio na internet e na hora fiquei chocada e horrorizada), eu tinha recusado, dizendo que queria voltar pra reunião o mais rápido possível. Ele me soltou, e disse que estava indo também, e nós dois fomos juntos. Eu estava extremamente desconfortável na sua presença, lembrando de tudo que ele fez, me afastando cada vez mais de seu corpo. Chegando na reunião, quando minha tia falou que quem quisesse se posicionar sobre alguma coisa, poderia. Naquela hora eu estava com uma puta vontade de levantar, então eu fiz e minha tia me permitiu falar. Eu falei pra todo mundo todos os assédios que ele fazia comigo, o estupro que ele quase cometeu comigo também, além de possivelmente trair minha tia; já que quando eu ia na casa deles, os horários que ele saia e voltava eram muito suspeitos, então eu especulei isso (no final eu acertei, já que depois de tudo ele realmente admitiu que traia minha tia). Começou um alvoroço do caralho, minha tia indignada questionando meu tio sobre isso, meu tio me olhando com raiva, meu primo metendo o foda-se ligando pra nada jogando no celular com um olhar confuso, os amigos dos meus tios surpresos, e eu e a minha avó olhando para a cena com um olhar pleno, adorando ver o circo pegar fogo (quando eu descobri o que era assédio, eu contei pra minha avó, por isso que estava pleníssima). Sobre o estupro citado lá em cima, foi em um dia em que eu tinha meu curso de inglês e eu estava 0% disposta a ir, por isso fingi dormir para poder faltar. Meu tio estava lá, e quando ele percebeu que minha avó estava distraída vendo a novela dela, ele veio no meu quarto, subiu em cima de mim, e começou a me tocar em todo lugar. Eu estava fingindo dormir, para poder tirar minhas conclusões de se aquilo era realmente assédio mesmo (eu já tinha a conclusão, mas eu queria ver até onde meu tio seria capaz de ir), e quando eu percebi que ele estava prestes a tirar o cinto, eu fingi acordar falando que queria ir no banheiro e ele foi embora de lá. Conclusão: meus tios se divorciaram, mas estão passando essa quarentena juntos por conta do meu primo. Meu pai ficou sabendo disso tudo, menos minha mãe, porque se não ela poderia até matar meu tio se deixassem; e eu nunca mais vi meu tio de novo.

Desculpa de novo pela história grande, e foi isso
submitted by anonima-sua-amiga to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.18 20:41 KimiTanoshimu As Aventuras Desaventuradas de Pêra (#3)

Era uma vez, em tempos tão longínquos como o local em que esta história se passa, uma bela princesa, a jovem Pêra. Delicada como uma árvore nos seus primeiros anos de vida e doce como o fruto amadurecido que um dia dela cairá, Pêra passara grande parte de sua vida numa torre. Fazia-lo por opção própria.- É para criar tentação - alegava, usando uma história para crianças como justificação para seu pai.Este, extremamente cético quantos aos métodos de sua filha, até chegou a ameaçar de espingarda um ou dois pretendentes, mas admitira que a altura chegara e ela deveria arranjar um marido.Metros e metros, hectares e hectares, semeados de homens, cobertos de cavalos, carroças e joalheria. Depois de inúmeras horas, provavelmente até dias, a escolher a pente fino, a verificar passados e qualificações, três candidatos foram escolhidos e submetidos à pior das provas, mostrar à princesa o porquê de deverem ser escolhidos.
Entrou pois o primeiro, João Abreu:- Soys princesa ou soys anjo? Que tal língua que tanjo, Não te consegue descrever De tal beleza que estoy a ver.
Nos teus braços desejo voar Por João Abreu me poderás tratar Mas que serve uma apresentação Se não me for oferecida a tua mão?
(Pêra corou brevemente)
- Encantada estou com sua presença Com tal língua de habilidade imensa Acredito que não me tenha de apresentar Mas sou Pêra, parastes aqui para casar?
Movido pela reação da dama, convencidodisse:
- Pois então, pois venho! Uma grande população reino E se vós quereis o melhor que há Não procureis mais, à sua frente o está.
Ao sentir a presunção do dito João, Pêra, acertiva respondeu:
- Com a língua tem tu cuidado Não és mais que um mísero delegado E tal como na realeza, na poesia Desgosta-se o uso abusivo de ironia.
Envergonhado e acorbadado, fugiu com a espada entre as pernas, o mal sucedido delegado.
Surgiu assim o segundo, Manel Ferreira:- Oh Princesa dos meus olhosOh Rainha do meu coraçãoOh minha pura tentaçãoOh Alegria aos molhos.
Em ti confio mi vidaEm ti e só em tiEm ti um amor ardente vi.Em ti vejo uma boa vida vivida
(Pêra, encantada, reveu o perfil do jovem promissor. Só para se atormentar com o rank do pobre coitado no Lol...)- Oh pobre mocim'...Oh pobre mancebo cansadoOh pobre és e desesperadoOh pobre, então faremos assim:
- Eu com urgência necessitoEu não tenho defesa ou seguroEu tenho má fé e medo do escuroEu procuro um pequeno guardazito.
Sem perguntas que trouxessem má fado, sacou de um capacete e pôs-se logo a postos.
Chegara, por fim, o terceiro, O Mestre, ahm... Mário Ramos.- Oh que bela em pessoa soys!Ao natural, sem ilusõesMesmo encanto e tentações,E vaidade não falta pois.Neste mundo em que somos peõesVivamos não como um mas como doisE que esta rima isso simbolizeE sua magnificência caracterize.
Minha jovem dama dos céusCom honra e sem desleixoMinha benção deixoAos deuses meusE nem que se sacrifique gueixoMas que soltem os meus escarcéusPois nunca me senti tan desejadoE em tua grandiosidade estou atado.
Manel, agora guarda real feito, conjugado pela própria palavra real e tendo assim prometido manter a rainha a salvo, de forma a honrar tal palavra, ou pelo menos achando que assim o fazia, disse:- Para que vindes cavaleiro sovina?Para armar a esperteza?Para tentar alcançar a realeza?Para passar a perna a menina?
Acredites que vejo o sal na águaAcredites que vejo o vinho no pãoAcredites que não te vejo um único tostãoAcredites que te vejo a lhe criar mágoa.
De forma a seguir o direto, mas correto discurso do crente Guarda, disse assim a princesa:- Para que vindes então Cavaleiro?
Espantado por o que achara outrora um espantalho ter ditado uns belos versos, Mário rapidamente respondeu:
- Pois, bem, ahm, público difícil?Venho aqui um engenho meu demonstrarMas primeiro tenho que me certificarQue o guarda aplaudo, mesmo peridócil!Acredito que minha obra venha para ficarE substituir papel, pombo e estêncil,Este promove a comunicaçãoE WhatsApp é o nome que lhe dão.
Vendo a futura rainha com traços de curiosidade, Mário finalizou em estilo:
- A partir desta maquinetaPremir botão aqui,Botão ali,Mensagem para o pai, o filho e a netaFácil para todos, até para um lóquiSem discriminação, de gênero ou pernetaExperimente princesa, cortesia minha(É que para falar mais ninguém eu tinha).
A Princesa encantada, aventurou-se com a traquitana durante horas e horas e ao ver que o jovem inventor ainda se encontrava lá, à espera da sua reação, decidiu agradecer-lhe com um beijo, por lhe oferecer tal presente dos Deuses.Mário pifou. Como se diz em tempos mais futuros, mario.exe stopped working. Mário, que antes se apresentava apenas com intenções artísticas e económicas perante a princesa, viu um universo à sua frente e sempre que ficava sem ar, (ou pelo menos imaginava-se porque teorizara que no espaço não haveria ar), respirava o momento daquele beijo na sua agora rosada bochecha.Numa voz envergonhada e hipnotizada, disse:
- Pode ficar com o produto é uma oferta da casa princesaa aaa aE depois de alguns segundos, despediu-se e partiu, um tomatinho feliz a caminhar sobre o pôr do sol.
-Que farei eu agora meu guarda fiel? Nenhum dos 3 pretendentes foi escolhido... Bem não é tempo para mágoa, amanhã voltamos à seleção! - disse a princesa.
Enquanto isso, Mário voltava para a sua cidade Natal mais rápido que com qualquer cavalo devido a uma das suas mais recentes invenções, botas 'a jato'. Eram na realidade alimentados por uma fonte renovável de...- Finalmente cheguei! Não sabem o que me aconteceu! - disse o inventor.
Após chegar ao destino, tinha parado em casa de uns dos seus melhores mates, Lori e Manchester Kibizan.
- Estava a apresentar aquele meu produto à princesa, o que vos agradou também e ela não só amou como me deu um beijo como forma de agradecimento. Eu, eu acho que há mais que se diga da coisa, depois de amanhã vou ter com ela com outra invenção para continuar o namorisco, agora tenho que ir trabalhar nela mesmo, durmam bemmm!
E assim se despediu. Vendo esta reação e história tão estranha e súbita, Lori disse:
- Ele é bom rapaz.Ambos levantaram os ombros em concordância e continuaram o que estavam a fazer.
No dia seguinte ambos partiram cedinho na demanda para ir ter com a princesa. Chegaram bem mais rápido que o que seria necessário com as botas a jato personalizadas que Mário lhes fizera, que já agora utilizam um material...
- Eeeeeeish - disse Manchester. º
A fila que viam à sua frente de homens e de até várias mulheres, era humanamente impossível, bem em teoria, porque ali estavam. Não estavam interessados na princesa em específico, por isso foram sorrateiramente se aproximando da sua torre. Quando chegaram lá viram a princesa. Parecia cansada e irritada, mas para que é que estava esta gente toda aqui? Eventualmente, a princesa viu-os e avisou Manel para fazer a chamada para o lanche da manhã. A fila rapidamente desfez-se e várias pessoas reuniram-se em tendas ou acampamentos, mantendo civilizadamente a ordem.
- A que devo a vossa presença? - disse a princesa à dupla com quem mantia amizade há vários anos.- Ouvimos falar das tuas triquinices com uma pessoa especial - disse Manchester.- Gostávamos de saber mais - disse Lori, soltando um riso maroto.Confusa, Pêra respondeu?
- Triquinices? De que falam? Na realidade estou com falta de alguém para com quem as fa...
E interrompeu-lhe Lori para perguntar: - Pois, para que é esta fila toda?
Lori, percebendo a confusão da situação na cara da princesa e de Manchester decidiu contar o sucedido à princesa que lhe fez o mesmo.O resto é história, quando Mário soube o sucedido, de ambos os lados, já tinha sido rejeitado pela princesa, quase desprezado por tal difamação da princesa. E após dias de viagem a tentar buscar sabedoria com uma das melhores amigas da princesa, Rainha Vera, acabou ainda mais desolado, pois os conselhos desta tinham sido desistir da situação, para o seu próprio bem.Assim acaba a história, com Mário deitado debaixo duma árvore, a olhar para o sol. Sem emoção, sem pensamento, apenas com uma dor no coração. Não sabia ele que essa dor o motivaria para outras variadíssimas aventuras, milhares na realidade, até ser conhecido como o grande herói de toda a Terra. Mas isso é outra história.Por fim, sabe-se que Lori e Manchester se separaram de Mário, não por se terem zangado, mas apenas puro destino. Mantiveram, no entanto, contacto. Manel até hoje ainda guarda Pereira, mesmo já não se encontrando em sua torre. Após ter encontrado um plebeu cujo nome apenas tem duas letras, Pêra aventurou-se pelo mundo antes de ter de assumir o seu papel como rainha. Felizmente, acabou por encontrar um homem da selva que lhe preencheu o coração e a satisfez de uma vez por todas.Mário continuou sua jornada, com o coração partido e completamente destroçado, mas sem nunca desistir.
submitted by KimiTanoshimu to mariotoldbyyou [link] [comments]


2020.08.16 13:35 Nicocchi606 Sou babaca?

Bom, nunca tentei fazer isso, mas realmente não sei mais o que fazer. Essa história vai ser meio longa, mas obrigada de coração para quem puder me ceder esse tempo.
Contexto: Sou filha única e ilegítima, nunca conheci meu pai por isso, ele nunca quis me encontrar, não me reconheceu e nunca mandou nenhum tipo de suporte e minha mãe não pede ao governo. Ele não é br e mora em outro país com a mulher e dois filhos. Minha mãe conheceu ele na Itália e sempre amou esse país. Ela veio me ter no Brasil mas sempre quis voltar para lá. Anos atrás, quando eu tinha 12 ela entrou em contato com um ex namorado italiano por e-mail, e em 2 anos decidiram se casar. Obviamente eu era contra, mas ela me levou para Itália contra a minha vontade mesmo assim, e minha família não fez nada já que era "uma chance de um futuro melhor". (Não discordo, o ensino é melhor mas é muito pesado, sem feriados e sem consideração, o Brasil é bem melhor nisso).
O problema: Desde que desci do aeroporto não fui com a cara do homem, mas aguentei pela minha mãe. Mas semanas depois o casamento não deu certo. O cara era um escroto, e nós dois não nós dávamos NADA bem. Naquele mesmo ano, minha mãe me colocou na escola (eu não sabia a língua, e valem duas coisas, ela me fez duas promessas. Não vou te colocar na escola até você se acostumar com a língua. E se não se acostumar em 2 meses a gente volta). Bom, como dizer....foi o inferno literalmente, eu sempre fui tímida, e não sabia a língua, logo fui excluída pela sala. E uma professora parece que se aproveitava de eu não poder me defender pra me humilhar na frente de todos. Enquanto isso em casa, eu passei a nem mesmo sair do quarto, nem para comer pois não aguentava nem ver o marido da minha mãe. E ela não se impunha com a desculpa de "a casa é dele, temos que respeitar". Nesse ano acabei com depressão e fobia social aliás. E agora não duvido nada que ainda tenha Distúrbio de personalidade Esquiva, suspeitas tenho muitas mas só o psicólogo pra confirmar. Me mudei de escola e passei um ano mais ou menos. Mudei de novo, de escola e de casa, nisso tinham passado 2 anos. Outro inferno, minha mãe não conseguiu manter o apartamento onde estávamos morando só as duas. Não tinham móveis em condições de uso, e passei muito tempo tendo que dormir no chão por isso, sozinha em casa a maior parte do dia. Alí a escola estava igual ao primeiro ano, ignorada por todos. E aquilo tudo piorou minha situação, comecei a ter crises de pânico e ansiedade e não consegui mais ir para a escola 15 dias antes de tudo ser fechado pela pandemia, mas não consegui nem mesmo participar das aulas online pelo medo de viver tudo aquilo de novo. Por pouco não perdi o ano... Agora é o 4 ano morando aqui. Nos mudamos de novo, para a casa do pai do ex marido dela, que é como um pai para a minha mãe. E é horrível aqui. Ele tem 86 anos, logo viveu em tempos de guerra e não entende que as coisas mudaram, nem tenta entender os outros, acha que todos tem que viver do mesmo jeito que ele, é REALMENTE teimoso e cabeça dura. Um exemplo: Eu estou de férias, logo quero dormir um pouco mais tarde, o que já é difícil já que em todos esses anos e ainda agora, divido um quarto com a minha mãe, então nem a minha privacidade eu tenho. Ontem não estava conseguindo dormir, acabei pegando no sono as 04:00, acordei às 10:00 e fui tomar café. Ele já entrou na sala falando de como era um absurdo isso. Que eu tinha que comer mais cedo. Razoável? Talvez se fosse só isso. Ele quer que eu siga esses horários dele: dormir às 21:30, acordar às 06:00, almoço às 12:00 e janta as 18:00. Principalmente o almoço, meio dia eu TENHO que estar na mesa. Uma vez eu tava de cama sem respirar por uma crise alérgica e não desci. Ele começou a berrar, jogou o chapéu no chão e saiu falando que eu estraguei o dia dele, que bem ou não, com fome ou não, meio dia eu tenho que descer e assistir eles comerem. Então comer fora? Nem pensar. E minha mãe não fala nada por que "é a casa dele" eu já tô tão irritada com isso! Quer dizer, nas FÉRIAS, eu não posso pegar um dia pra sei lá, almoçar fora com ela, comer um pizza fora, NADA. Por que se não a princesa em casa surta! Desculpa, eu sei que ele tem a idade e mentalidade dele, mas pelo amor de Deus. As vezes sinto que tenho que pedir permissão pra respirar, me sinto sufocada! Minha mãe fala que está tentando melhorar as coisas esse tempo todo, e sou eu que não me esforço. Na verdade tenho medo de quando a escola começar, eu falto bastante por crises de pânico/ ansiedade, é HORRÍVEL mas sei que esse cara vai fazer uma cena maior ainda de me ver em casa.
No final, falando assim, é um pouco do que eu passei, mas viver assim, todo dia em 4 anos, com uma pressão enorme de "ter que fazer tal coisa por tal pessoa ou eu sou mal educada" ou de ter que ser perfeita i tempo todo para agradar fulano porque é a casa dele vem acabando comigo. Minha família e uma psicóloga que eu fui (que eu tive que infernizar a minha mãe para me levar quando comecei as crises) me disse que quando eu tiver 18 vou poder fazer o que quiser..mas não sei se resisto até lá.
No final eu sou babaca? Por que não me esforço para ajudar a minha a "melhorar as coisas" (honestamente eu nem sei o que fazer pra ajudar, ela praticamente me largou na escola e parece que coloca todos antes de mim) e por ficar mal por toda essa situação? De verdade, eu não sei, talvez eu devesse dar mais suporte para a minha mãe? Tratar ela melhor ou algo? Eu realmente não sei mais o que fazer com tudo isso...ou com essas pessoas com quem moramos/ morávamos, é muito insensível da minha parte querer viver? Porque eu tô na Itália, e nunca fui visitar lugar nenhum, Veneza, Milão, Genova, Pisa, nada. Eu só queria um pouco de liberdade nisso tudo.
Desculpem o tamanho do texto, mas obrigada de verdade a quem leu até aqui. Realmente precisava colocar isso para fora.
submitted by Nicocchi606 to desabafos [link] [comments]


2020.08.13 21:48 therealfatumbot Randonaut Trip Report from Adrogué, Provincia de Buenos Aires (Argentina)

Anomalía dirigida por intención encontrada V-556239F5 (-34.837435 -58.508876) Tipo: Vacío Radio: 100m Poder: 5.17 Rodamiento: 1429m / 259.1° puntaje z: -4.84
Report: Excelente
First point what3words address: otorgó.casar.decirlo Google Maps Google Earth
Intent set: ir Artifact(s) collected? No Was a 'wow and astounding' trip? Yes

Trip Ratings

Meaningfulness: Sin sentido Emotional: Ansioso Importance: Influyente Strangeness: Woo-woo raro Synchronicity: Alucinante
913c299423c5cc16118dd53b70bf8bf3fa67462ef947e7f14cae77ae7af33839 556239F5
submitted by therealfatumbot to randonaut_reports [link] [comments]


2020.08.07 20:31 YatoToshiro Mighty Final Fight (NES) - Analise

Mighty Final Fight (NES) - Analise

https://preview.redd.it/9xhep315jmf51.png?width=4000&format=png&auto=webp&s=fc17b60f9bdaa934700409c90a2908fea973a154
Mighty Final Fight segue a mesma premissa que o Final Fight original. A gangue Mad Gear, a gangue de rua dominante de Metro City, seqüestraram a filha do o prefeito Mayor Haggar's, Jessica. Após Haggar ser informado de seu seqüestro, ele decide ir resgatá-la junto com seus dois amigos: Cody, namorado de Jessica, e Guy, parceiro de treinamento de Cody. A história é apresentada de uma forma mais cômica em comparação com o jogo original devido à sua natureza satírica. Por exemplo, o motivo de Belger para seqüestrar Jessica nesta versão é forçá-la a se casar com ele, tendo-se apaixonado por ela.
________________________________________________________________
Recomendado pelo @santz no Alvanista.
Confesso que eu nem sabia que existe Final Fight no NES. Obrigado ai Santz pela recomendação.
É um jogo curto, mas é bom e melhor que certos jogos beat 'n' up de NES que existe por ai,
Só não vale a pena jogar com Mike Haggar e Cody. Eles estão nerfados pra krl nesse jogo, Só com o Guy eu conseguir zerar esse jogo.
submitted by YatoToshiro to u/YatoToshiro [link] [comments]


2020.08.06 04:23 MatECG Nunca pensei que ia desabafar sobre a minha mãe

Meu relação com minha mãe sempre foi excelente, não tive um pai presente então ela sempre foi minha única figura a seguir. Mas vamos ao meu desabafo, minha mãe namora a 5 anos um cara muito legal (ou era), nessa pandemia ele deu festas várias vezes praticamente toda semana, tanto que pegou o vírus, e cogitou ir trabalhar como se nada estivesse acontecendo, se não bastasse isso resolveu que quer se casar, e ele mora em outra cidade, e pra ele minha mãe tem que ir pra lá e acabou, sendo que moramos com meus dois avós maternos, sendo eles idosos e meu vô é portador de uma leucemia em estado quase terminal, e não tem como deixar eles aqui??? E minha mãe parece não se importar com isso e quer se mudar, sendo que nem dinheiro pra mobiliar uma casa temos, e isso está me deixando muito nervoso, triste e preocupado. Fora que eu tenho outras coisas pra me preocupar, como pagar minha faculdade e tals.
submitted by MatECG to desabafos [link] [comments]


2020.08.05 21:07 Duda_Moreirap "Uau casar com o primeiro cara que aparecer? Já quero ir, valeu super beijo das princesas, muah"

submitted by Duda_Moreirap to ballutverso [link] [comments]


2020.08.05 03:47 Destruida Abuso

O meu pai morreu quando eu tinha 2 anos, aos 5 a minha mãe voltou a casar...o meu padrasto era 15 anos mais velho que a minha mãe e já tinha um filho de 17 anos. Mas nos primeiros meses que o meu padrasto e o filho vieram morar connosco foi tudo bom...mas depois o filho dele, que me devia tratar com uma irmã mais nova, quanto mais não fosse porque eu era uma criança com pouco mais de 5 anos começou a fazer me ir para a cama dele a noite, dizia que eu tinha de tirar o pijama porque como o quarto dele era quente eu podia ficar doente, deitava-se encostado a mim para me “aconchegar” , aos poucos começou a dizer para além do pijama, tirar as cuecas para ficar mais à vontade, que para eu me sentir melhor ele fazia o mesmo, e deitava-se encostado a mim nu. Com 7 anos a minha mãe deixou me começar a tomar banho sozinha, e então sempre que eu ia tomar banho ele aparecia, dizia que assim era melhor para poupar água, e acabava sempre a dizer que eu não tinha tomado bem o banho e voltava a lavar me toda. No início eu não percebi o quão errado era, eu só me sentia mal, mas achava que era por conhecê-lo a pouco tempo. Mas com o tempo eu percebi que era errado e disse que ia contar a minha mãe, ele mostrou me uma faca e disse que se eu falasse matava a minha mãe comigo a ver e que a seguir me matava a mim. Eu não pude contar, não fui capaz, era uma criança não vi nenhuma opção na época. Depois de me ameaçar ficou ainda pior, já não me dava “justificações” levava me para o quarto a noite e quando a minha mãe estava a trabalhar, e tinha relações comigo. A partir desse dia, ele violou me todos os dias, as vezes mais que uma vez por dia, por 4 longos anos. Até aos meus 12 anos. Ele só parou porque me engravidou e toda a gente descobriu o que ele me fez. Algumas pessoas deram me suporte e apoio mas a maioria diz até hoje que tudo aconteceu porque eu o provoquei, porque eu me fiz a ele...eu nem sabia direito o que ele estava a fazer eu tinha de 5 para 6 anos quando tudo começou. Toda a gente me tentou obrigar a matar o bebé, que eu era uma criança, que não fazia sentido ter outra criança, que eu não ia nem saber o que fazer...mas eu fui teimosa, eu tive a minha filha, hoje eu tenho 25 anos e a minha filha Vitória tem 12, ainda é complicado embora eu tenha mudado cidade, sempre que a levo a escola ou a um parque, ou ao super mercado acham sempre que sou a irmã mais velha e quando eu digo ou quando a pessoas percebem que ela é minha filha o olhar que fazem, as coisas que dizem e como estacas no coração, no meu e no da minha filha. Ela sabe a minha história, sabe como é que surgiu na minha vida e tem orgulho em mim, por ter lutado por ela e por nunca lhe ter faltado nada mesmo que a minha mãe me tenha posto fora de casa quando eu fiz 16 anos. Eu completei a escola, fiz faculdade, e a minha filha e a melhor aluna da turma, está sempre no quadro de honra da escola, eu trabalho muito, desde os meus 12 anos quando descobri que estava grávida, já vendi bolos nos semáforos, servi as mesas, trabalhei em lojas de roupa, apanhei lixo da ruas, fui jardineira, já fiz se tudo um pouco, mas hoje tenho uma posição numa empresa de renome, tenho a minha casa, a minha filha tem tudo o que precisa, anda numa boa escola e não nos falta nada...desde que fui expulsa de casa nunca mais falei com a minha mãe, ela nunca mais viu a neta, mas talvez seja melhor assim, porque hoje eu percebo que era impossível ela não saber o que se passava naquela casa. Ela sabia e deixava acontecer. Eu tenho a certeza. Levou anos até o filho da puta ser condenado, mas foi, apanhou a pena máxima 12 anos, mas dizem que existe uma hipótese de ele sair por bom comportamento...eu sabia que um dia ele ia sair, mas achei que ia demorar mais, ele só está preso a 7 anos, ainda faltam 5...eu espero que ele não saia, quando ele sair, seja agora ou daqui a 5 anos eu não sei o que vou fazer...mas vou para a China se for preciso para ter paz com a minha filha, ela não merece o progenitor que tem.
submitted by Destruida to desabafos [link] [comments]


Shirley Caesar-It's Alright, It's Ok - YouTube YouTube A Nina precisa ir! – Casamento - YouTube Fat Heather does Sir Digby Chicken Caesar on ... - YouTube No quiero trabajar - YouTube El Compita Carlos - YouTube Cabelo, make e look para casamento no inverno MARLO & CASAR - KOMM MIT MIR (OFFICIAL QUALITÄTER VIDEO ...

Casarse Conjugation in Spanish, Translation, Examples

  1. Shirley Caesar-It's Alright, It's Ok - YouTube
  2. YouTube
  3. A Nina precisa ir! – Casamento - YouTube
  4. Fat Heather does Sir Digby Chicken Caesar on ... - YouTube
  5. No quiero trabajar - YouTube
  6. El Compita Carlos - YouTube
  7. Cabelo, make e look para casamento no inverno
  8. MARLO & CASAR - KOMM MIT MIR (OFFICIAL QUALITÄTER VIDEO ...
  9. Caesar III Open Source Clone Mod! [Julius] - Widescreen ...
  10. CASAMENTO NO CIVIL EM LONDRES - UK (DIEGO & MIRELLE)

Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. Cabelo, make e look para casamento no inverno Oi mocinhas, tudo bem? Gente, decidi gravar esse vídeo por que tive um casamento a pouco tempo e no dia estava muito frio. Tive muita dificuldade ... Shirley Caesar-It's Alright, It's Ok Casamento Civil /Dicas de vestidos e ideias para fotos e muito mais - Duration: 8:55. Roberta Inazumi Recommended for you. 8:55. 25 Best Places to Visit in Europe ... MARLO & CASAR - KOMM MIT MIR Jetzt streamen: https://marlo-qualitaeter.lnk.to/KommMitMir Spotify: https://spoti.fi/2P9vCms Apple Music: https://apple.co/387t... A Nina precisa ir! – Casamento A Nina está muito apertada, não pode esperar. Quem pode ajudar? Uma série para acompanhar o crescimento das crianças. A Nina p... Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. Caesar III has an open source clone! This has huge possibilities if the project continues but it has advantages already despite some bugs and issues, like wi... Mi canal es de mis aventuras como ir a pescar ir a casar muchas cosas!!! Y gallos también caballos Fat Heather does Sir Digby Chicken Caesar on Eastenders